Início » Internacional » Coreias desejam sediar juntas as Olimpíadas de 2032
JOGOS OLÍMPICOS

Coreias desejam sediar juntas as Olimpíadas de 2032

Os países anunciaram, em conjunto, a candidatura para ser sede do evento mundial

Coreias desejam sediar juntas as Olimpíadas de 2032
Kim e Moon permanecerão reunidos até a próxima quinta-feira (Foto: Yonhap)

As coreias do Sul e do Norte anunciaram uma candidatura conjunta para sediar as Olimpíadas de 2032. A revelação ocorreu nesta quarta-feira, 19, em Pyongyang, onde os líderes Moon Jae-in, do Sul, e Kim Jong-un, do Norte, se reúnem pela terceira vez no ano.

A medida é mais um passo na aproximação entre os países, que têm dialogado mais intensamente desde o início de 2018. Em fevereiro deste ano, durante os Jogos de Inverno, ocorridos na Coreia do Sul, em Pyeongchang, as coreias se uniram para disputar a modalidade hóquei no gelo feminino.

Ainda não se sabe quais cidades fariam parte do projeto. Em 1988 a Coreia do Sul usou a cidade de Seul, capital do país, para sediar os Jogos Olímpicos. Já em 2002, em conjunto com o Japão, os sul-coreanos sediaram a Copa do Mundo.

Pelo histórico, há chances das coreias sediarem as Olimpíadas. Isso porque o Comitê Olímpico tem o costume de variar os continentes. Em 2020 os Jogos Olímpicos vão acontecer em Tóquio, no Japão. Em 2024 a sede será Paris, na França. Em 2028 será a vez de Los Angeles, nos Estados Unidos. Por isso, existe a possibilidade dos Jogos Olímpicos voltarem para a Ásia em 2032.

Cúpula intercoreana

O presidente sul-coreano e o líder norte-coreano estão se reunindo para estreitar ainda mais os laços entre os países. Mais uma vez, Kim Jong-un reforçou o seu compromisso com a desnuclearização do país, e prometeu fechar a instalação nuclear de Yongbyon, dependendo do posicionamento dos Estados Unidos.

“O Norte expressou sua disposição de continuar tomando medidas adicionais, como a paralisação permanente da instalação nuclear de Yongbyon, caso os Estados Unidos tomem as medidas correspondentes sob o espírito da declaração conjunta da Coreia do Norte e dos Estados Unidos em 12 de junho“, revelou Cheong Wa Dae, do gabinete presidencial de Seul.

Logo após a cúpula intercoreana, Moon Jae-in vai visitar os Estados Unidos, na próxima semana, quando vai se encontrar com o presidente dos EUA, Donald Trump. A expectativa é que o líder sul-coreano informe o chefe de Estado americano sobre a nova reunião com a Coreia do Norte e auxilie a retomada de negociações entre os países.

Por fim, durante uma coletiva de imprensa, Kim Jong-un revelou que prometeu ao presidente sul-coreano que vai visitar Seul em um futuro próximo. Caso aconteça, essa será a primeira vez na história que um líder norte-coreano visitará o território da Coreia do Sul.

 

Leia também: Líderes das duas Coreias voltam a se reunir

Fontes:
Globoesporte-Coreias do Sul e do Norte anunciam candidatura conjunta para sediarem os Jogos de 2032
Yonhap-Kim agrees to additional denuclearization steps in summit with Moon
Yonhap-N.K. leader surprises with promise to visit Seoul soon

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *