Início » Internacional » Corpos descobertos em caminhão eram de cidadãos chineses
REINO UNIDO

Corpos descobertos em caminhão eram de cidadãos chineses

Os corpos pertenciam a 31 homens e oito mulheres. Investigação aponta que caminhão partiu da Bélgica rumo ao Reino Unido

Corpos descobertos em caminhão eram de cidadãos chineses
Corpos foram descobertos na última quarta-feira, 23 (Foto: Essex Police/Facebook)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os 39 corpos encontrados em um caminhão, no Reino Unido, na última quarta-feira, 23, eram de cidadãos chineses. A informação foi confirmada pela polícia nesta quinta-feira, 24.

Os corpos pertenciam a 31 homens e oito mulheres, sendo uma adolescente. Em um primeiro momento, as autoridades admitiram acreditar que o caminhão havia partido da Bulgária – onde está registrado o veículo. No entanto, mais tarde, revelaram que o caminhão saiu de Zeebrugge, na Bélgica, em direção a Purfleet, no Reino Unido.

“Cada uma das 39 pessoas deve passar por um processo de legista completo para estabelecer uma causa de morte, antes de passarmos a tentar identificar cada indivíduo dentro do trailer. Esta será uma operação substancial e, neste estágio, não podemos estimar quanto tempo esses procedimentos levarão. […] Esse processo será complexo e demorado, além de incrivelmente desafiador para todos os envolvidos, mas não pararemos até obtermos respostas para os entes queridos daqueles que morreram tristemente “, afirmou a Polícia de Essex, no Reino Unido, através de uma nota.

As investigações estão sendo coordenadas por autoridades belgas, mas feitas em parceria com a polícia britânica. Os investigadores ainda não sabem onde as vítimas foram colocadas dentro do caminhão. O executivo-chefe do porto de Zeebrugge, Joachim Coen, porém, disse que é improvável que as vítimas tenham entrado no caminhão no local.

“Um contêiner refrigerado na zona portuária está completamente selado. […] Durante a verificação, o selo é examinado, assim como a placa do veículo. O motorista é verificado por câmeras”, afirmou, explicando que o veículo só pode embarcar em balsas depois dessas verificações.

O motorista do caminhão, identificado como Mo Robinson, de 25 anos, da Irlanda do Norte, foi preso por suspeita de assassinato. Os policiais revistaram dois endereços no país de origem do motorista.

Não é incomum que migrantes tentem entrar no Reino Unido através do norte da Bélgica. Por isso, as autoridades já reforçaram a área. Nos últimos três anos, os britânicos emitiram diferentes alertas contra o crescente contrabando de pessoas por essa via.

Fontes:
The Guardian-Essex lorry deaths: all 39 victims were Chinese nationals

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Rene Luiz Hirschmann disse:

    E são Países chamados de desenvolvidos, deveriam serem chamados de criminosos, afinal isso ocorre nos seus pátios.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *