Início » Internacional » Correspondente do ‘New York Times’ tem renovação de visto negada na China
China

Correspondente do ‘New York Times’ tem renovação de visto negada na China

Sem a renovação do visto, Chris Buckley terá de deixar o país onde trabalha desde 2000

Correspondente do ‘New York Times’ tem renovação de visto negada na China
Faixa exalta Xi Jinping. Governo pressiona mídias internacionais em atuação no país (Reprodução/AP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O correspondente internacional do New York Times na China, Chris Buckley, teve o pedido de renovação de visto negado pelo governo do país.

Buckley trabalha na China desde 2000. O jornal ainda aguarda a renovação de visto do chefe da sucursal de Pequim, Philip P. Pan, que deu entrada no pedido em março de 2012.

“Espero que autoridades chinesas emitam um novo visto o quanto antes e permitam que Chris e sua família retornem a Pequim” disse a editora-executiva do jornal, Jill Abramson.

A China parece ter declarado guerra aos veículos de mídia internacionais que operam no país investigando as finanças de altos funcionários do governo chinês. Os problemas com a renovação dos vistos ocorrem no momento em que o governo aumenta a pressão sobre os veículos de comunicação internacionais.

Desde a publicação da reportagem sobre o patrimônio da família do ex-primeiro-ministro Wen Jiabao, em outubro, de 2012, o acesso ao site do New York Times e sua versão em chinês permanecem bloqueados. A reportagem causou a queda de Jiabao e acendeu a polêmica sobre a corrupção na China.

Desde julho do mesmo ano, a versão em inglês do site Bloomberg News também permanece bloqueada após uma reportagem detalhada sobre os bens da família do secretário-geral do Partido Comunista Chinês, Xi Jinping, que assumiu a presidência do país este ano.

A chancelaria chinesa não quis comentar o motivo da não renovação do visto de Buckley. O NYT tem outros seis correspondentes em atuação na China, cujos visto foram renovados. David Barboza, que escreveu o artigo sobre os bens da família de Jiabao também teve o visto renovado.

Fontes:
O Globo-Sem renovação de visto, correspondente do ‘New York Times’ é forçado a sair da China

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *