Início » Internacional » A ‘crise orçamentária’ do serviço secreto dos EUA
GOVERNO TRUMP

A ‘crise orçamentária’ do serviço secreto dos EUA

Um total de 42 pessoas no governo Trump têm a proteção do Serviço Secreto

A ‘crise orçamentária’ do serviço secreto dos EUA
Trump viaja quase todos os finais de semana para suas casas na Flórida, Nova Jersey e Virgínia (Fonte: Reprodução/Flickr)

Em entrevista ao jornal USA Today, o diretor do serviço secreto dos EUA, Randolph “Tex” Ailes, disse que mais de mil agentes já chegaram a seu limite anual de salários e horas extras por causa da carga de trabalho.

O serviço secreto está ficando sem verba para proteger o presidente Donald Trump, suas várias casas e sua grande família. Além de proteger Trump, que viaja quase todos os finais de semana para suas casas na Flórida, Nova Jersey e Virgínia, o Serviço Secreto também protege seus filhos, que viajam pelo país e pelo exterior a negócios e férias.

Um total de 42 pessoas no governo Trump têm a proteção do Serviço Secreto, sendo 18 membros da família do presidente. O número é “sem precedentes”, segundo a agência. No governo Obama, por exemplo, 31 pessoas recebiam a proteção do serviço.

A crise orçamentária do serviço secreto americano tem sido intensificada pelo trabalho excessivo e pelas constantes viagens do presidente Donald Trump, que é frequentemente criticado por isso.

Randolph “Tex” Ailes afirmou que, se o Congresso dos EUA não intervir para fornecer um financiamento adicional, nem mesmo serviços já prestados poderão ser pagos.

“Não podemos esperar que o Serviço Secreto possa recrutar e manter o melhor dos melhores se eles [agentes] não estão sendo pagos por esses aumentos [em horas extras]”, disse ainda o Ailes, que vem discutindo com legisladores o aumento do salário e o limite de horas extras para os agentes.

Fontes:
G1 - Serviço Secreto dos EUA sofre para pagar proteção de Trump
Folha de S.Paulo - Altos custos de Trump estão deixando serviço secreto sem verba, diz diretor

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Lucinda Telles disse:

    Problemas de gente rica, se eles fossem uma republiqueta de bananas bastariam meia dúzia de capangas mal-encarados.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *