Início » Vida » Ciência » Dados de satélite da Nasa mostram como o mundo está ficando sem água
Crise hídrica

Dados de satélite da Nasa mostram como o mundo está ficando sem água

Mais da metade dos maiores reservatórios subterrâneos de água doce do mundo estão sendo esgotados a um ritmo alarmante, revela estudo

Dados de satélite da Nasa mostram como o mundo está ficando sem água
Aquíferos que atingiram níveis mais críticos estão em regiões pobres e densamente povoadas, como a noroeste da Índia, Paquistão e norte da África (Foto: Pixabay)

Os maiores aquíferos subterrâneos do mundo — reservatórios de água doce no subsolo que abastecem centenas de milhões de pessoas — estão desaparecendo a um ritmo alarmante, de acordo com um novo estudo da Nasa com dados de satélite que apresentam a imagem mais detalhada já vista até agora das reservas de água escondidas sob a superfície da Terra.

Leia também: Colorado reavalia lei que proíbe captação de água da chuva

Os cientistas da Nasa anunciaram que 21 dos 37 maiores aquíferos do mundo passaram do ponto crítico da sustentabilidade, isto é, eles estão perdendo mais água do que conseguem repor. Destes, 13 apresentam níveis que os colocam na categoria mais problemática. Os pesquisadores alertaram que o problema é de longo prazo e deve se agravar, na medida em que cresce a dependência em aquíferos. O estudo da Nasa foi realizado entre 2003 e 2013.

Os cientistas já suspeitavam que os humanos estavam esgotando as reservas de água subterrânea do mundo, mas os dados da NASA são a primeira avaliação detalhada mostrando que os principais aquíferos realmente estão desaparecendo devido às demandas da agricultura, populações em crescimento e indústrias, como a mineração.

Fonte importante

Aquíferos subterrâneos fornecem 35% da água utilizada pelos seres humanos em todo o mundo. A demanda é ainda maior em tempos de seca. Na Califórnia, que enfrenta a pior seca em décadas, aquíferos já respondem por 60% da água doce usada no estado, um aumento acentuado do habitual 40%. Alguns cientistas estimam que praticamente cada gota de água doce usada no estado virá de aquíferos até o final do ano.

De acordo com a Nasa, os reservatórios subterrâneos que atingiram níveis mais críticos encontram-se em regiões pobres e densamente povoadas, como a noroeste da Índia, Paquistão e norte da África, onde as alternativas são limitadas e a falta d’água pode levar rapidamente à instabilidade.

Os pesquisadores da Nasa usaram satélites para fazer medições precisas. Os satélites detectaram mudanças sutis na força gravitacional da Terra, e os cientistas registraram onde o peso maior da água exercia uma maior tração sobre o satélite em órbita.

Fontes:
The Washington Post - New Nasa study shows how the world is running out of water

2 Opiniões

  1. Ludwig Von Drake disse:

    Creio que a agua só pode sumir se evaporar e ir para o espaço sideral. De qualquer forma nada temam, como diria o doutor Zacarias Smith, quando a agua da Terra acabar – presumo que demore -, os cientistas já terão descoberto um jeito de canalizar a agua de Tritão, lua de Netuno, que segunda a NASA, tem muita água.

  2. Roberto1776 disse:

    Algo está errado neste texto. O ciclo da água é fechado. Não existe essa história de água desaparecer. Querem dizer que a quantidade de água doce está diminuindo em relação à água salgada? Se é isso, o aquecimento global, não aceito por muitos cientistas não ligados ao famigerado IPCC, só faz ajudar na evaporação da água salgada e na produção de chuvas, portanto também não deve ser isso.
    Por outro lado, James Lovelock não estava tão errado quando disse que a nossa nave espacial tinha limite para o número de passageiros. Nunca deram atenção a tal fato e a poluição da água doce provavelmente é o que está transformando-a em commodity cada vez mais cobiçada.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *