Início » Internacional » Degelo na Antártida acelera a nível alarmante
ESTUDO

Degelo na Antártida acelera a nível alarmante

Estudo revelou que degelo no continente está acontecendo três vezes mais rápido do que antes de 2012

Degelo na Antártida acelera a nível alarmante
Entre 2012 e 2017 a Antártida perdeu um total de 219 bilhões de toneladas de gelo por ano (Fonte: Reprodução/AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Um estudo publicado nesta quarta-feira, 13, na revista científica Nature revelou que a Antártida perdeu 3 trilhões de toneladas de água congelada nos últimos 25 anos, o que provocou um aumento no nível global dos oceanos em 7,6 milímetros.

Ainda de acordo com o estudo, o degelo no continente está acontecendo três vezes mais rápido do que antes de 2012, um nível considerado alarmante e que também representa uma ameaça para moradores de áreas litorâneas. Entre 2012 e 2017 a Antártida perdeu um total de 219 bilhões de toneladas de gelo por ano.

Desde 1950, 34 mil quilômetros quadrados de água congelada derreteram, conforme revelam registros de satélites.

Cientistas das Universidades de Leeds, no Reino Unido, da Califórnia e de Maryland, nos EUA, alertaram que a Antártida tem água congelada suficiente para aumentar o nível global dos oceanos em quase 60 metros.

O estudo publicado na revista Nature contou com a participação de 84 cientistas e 44 organizações, que combinaram 24 pesquisas por satélite.

De acordo com o cientista da Nasa Eric Rignot, um dos principais autores do estudo, “agora temos uma imagem inequívoca do que está acontecendo na Antártida […] Enxergamos esses resultados como mais um sinal alarmante de que é preciso agir para frear o aquecimento do nosso planeta”.

Fontes:
Terra - Gelo na Antártida está derretendo a velocidades recordes

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. carlos alberto martins disse:

    digam isso as nações que tudo destroem para alimentar o povo que no mundo se prolifera como ratazanas.temos que parar de nos multiplicar,pois a natureza não está suportando tanta destruição.podem ter certeza que a natureza vai nos cobrar por tudo isso,e,o pior vai acontecer.o mundo levou milhões de anos para manter tudo equilibrado e,para o ser humano destruir bastam alguns séculos.quem sobreviver,vai ver o mal que causou.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *