Início » Internacional » Desabamento soterra dezenas de crianças na Nigéria
INTERNACIONAL

Desabamento soterra dezenas de crianças na Nigéria

Ainda não foram divulgadas informações sobre mortos ou feridos

Desabamento soterra dezenas de crianças na Nigéria
Uma escola funcionava no terceiro andar do prédio (Foto: The Lagos State Govt/Twitter)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Dezenas de crianças e adultos ficaram soterrados em Lagos, capital comercial da Nigéria, depois que um prédio de três andares desabou nesta quarta-feira, 13. Segundo as autoridades, pelo menos 70 pessoas teriam ficado soterradas.

As operações de resgate estão em andamento e, pelo menos, dez crianças já foram retiradas com vida dos escombros. Uma escola funcionava no local, que também contava com inúmeros apartamentos.

Ainda não há informações sobre a causa do desabamento ou o número de vítimas fatais, mas estima-se que muitas crianças não devem ter sobrevivido ao desastre, pois estavam em aula no momento. As operações de resgate já foram iniciadas, conforme informou o governo de Lagos pelas redes sociais.

“Por enquanto, não temos nenhuma palavra sobre vítimas, pois ainda estamos ocupados com o trabalho de resgate”, informou o porta-voz da Agência Nacional de Gerenciamento de Emergências da Nigéria, Sani Datti.

Os colapsos de construções não são incomuns na Nigéria. Isso porque, muitos novos prédios são construídos sem um aumento de supervisão regulatória. Um dos planos de campanha do presidente reeleito Muhammadu Buhari é, justamente, melhorar a ineficiente infraestrutura do país, que é o mais populoso da África.

Fontes:
The Washington Post-3-story building collapses in Nigeria with children inside
The New York Times-Dozens of Children Trapped in Building Collapse in Lagos, Nigeria

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *