Início » Internacional » Diário de JFK com reflexões sobre Hitler vai a leilão
ESTADOS UNIDOS

Diário de JFK com reflexões sobre Hitler vai a leilão

Ex-presidente americano escreveu sobre Hitler após visitar a antiga casa-refúgio do nazista como repórter

Diário de JFK com reflexões sobre Hitler vai a leilão
O diário de 61 páginas foi escrito cerca de quatro meses depois que Hitler cometeu suicídio (Foto: RR Auction)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

No dia 26 de abril, o diário do ex-presidente americano John F. Kennedy vai ser leiloado em Boston, nos Estados Unidos. Kennedy escreveu o diário aos 28 anos, na época que viajou pela Europa.

No verão de 1945, após visitar a antiga casa-refúgio de Hitler, nos Alpes Bavários, ele escreveu: “Hitler vai emergir do ódio que o cerca agora como uma das figuras mais importantes que já existiu”. Kennedy visitou o local como repórter, depois de terminar seu serviço militar no Oceano Pacífico. “Ele tem aquilo que é necessário, aquilo do que lendas são feitas”, escreveu Kennedy.

Acredita-se que esse seja o único diário de Kennedy. A atual dona é Deirdre Henderson, que trabalhou como assistente de pesquisa para Kennedy quando ele era senador dos Estados Unidos.

Kennedy também escreveu que Hitler “tinha ambições sem limites para seu país, o que lhe rendeu uma ameaça à paz do mundo. Mas também há um mistério na forma como ele viveu e morreu que vai perdurar e crescer”.

O diário de 61 páginas foi escrito cerca de quatro meses depois que Hitler cometeu suicídio. Aproximadamente duas décadas depois, Kennedy iria arrastar multidões em Berlim Ocidental como presidente americano.

Henderson diz que Kennedy deu seu diário para informá-la sobre suas visões em relação à política internacional e segurança nacional.

Na descrição do leilão, ela escreveu: “Quando JFK disse que Hitler ‘tinha aquilo que era necessário, aquilo de que lendas são feitas’, ele estava falando sobre o mistério que o circunda, e não o mal que ele fez ao mundo”.“Em nenhum lugar deste diário ou em qualquer de seus escritos, há uma indicação de simpatia pelos crimes ou causas nazistas”, afirmou.

O diário também contém os pensamentos de JFK sobre a eleição britânica e Wiston Churchill, que Henderson diz ser o ídolo de JFK.

Acredita-se que o lance vencedor fique em torno de US$ 200 mil.

Fontes:
BBC-JFK diary calls Hitler 'stuff of legends'

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *