Início » Internacional » Ecoturismo e Ilhas Galápagos
Equador

Ecoturismo e Ilhas Galápagos

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Muita coisa mudou desde que Charles Darwin formulou a Teoria da Evolução inspirado pelo que viu no arquipélago. Hoje, os visitantes são fundamentais para o futuro destas ilhas.

As receitas que chegam com o turismo são necessárias para melhorar a vida da população local e para a conservação do meio ambiente. Entre 1999 e 2005, o PIB das Ilhas Galápagos aumentou cerca de 78%. Com isto, o arquipélago passou a ter uma taxa de crescimento anual em torno de 10%, transformando-se em uma das economias de mais rápido crescimento do mundo. O turismo foi responsável por 68% deste crescimento.

Mas, apesar disto, a renda per capita cresceu apenas 1,8% ao ano. Isto porque a população das Ilhas Galápagos cresceu cerca de 60% depois que a economia do Equador entrou em colapso em 1999, e um grande número de equatorianos migraram para outras regiões, sendo o arquipélago um dos destinos dos emigrantes.

O crescimento da população no arquipélago, no entanto, começa a ameaçar esse santuário ecológico.

Fontes:
Economist - Ecotourism and economics -- Shellshock

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Dorival Silva disse:

    É o fim da picada deixarem essa população aumentar!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *