Início » Internacional » Egito fecha passagem da fronteira com Gaza por ameaça terrorista
PASSAGEM DE RAFAH

Egito fecha passagem da fronteira com Gaza por ameaça terrorista

Passagem de Rafah tinha sido reaberta na última quarta-feira, 21, mas foi novamente fechada pelas autoridades

Egito fecha passagem da fronteira com Gaza por ameaça terrorista
Grupos terroristas da península do Sinai do país estavam planejando explodir alguns ônibus na fronteira (Foto: Wikimedia)

Um dia depois de reabrir a passagem de Rafah, na fronteira entre Egito e Gaza, o governo egípcio voltou a fechar o caminho nesta quinta-feira, 22. Segundo a embaixada palestina na Liga Árabe, a passagem foi fechada novamente devido a uma ameaça terorista.

Segundo a embaixada palestina, grupos terroristas da península do Sinai, no nordeste do país, estavam planejando explodir alguns ônibus palestinos na passagem da fronteira com o canal de Suez ou na entrada do Cairo. Os planos foram descobertos pelas forças de segurança egípcias.

A passagem da fronteira será reaberta depois que as autoridades do Egito deterem os terroristas. A embaixada palestina informou que será formado um gabinete para analisar a segurança dos cidadãos, abrindo ainda três novas linhas telefônicas para cidadãos palestinos que ficaram presos no Egito.

A região do Sinai, reconhecida como um esconderijo de terroristas – principalmente jihadistas do Estado Islâmico -, tem sofrido diferentes ofensivas das autoridades egípcias para conter possíveis ataques. No último dia 9 de fevereiro, foi lançada uma operação de segurança, que, desde então, levou à morte 71 suspeitos de terrorismos, três soldados e cerca de 1,8 mil pessoas foram presas, segundo o Exército.

Reabertura de Rafah

A passagem de Rafah foi reaberta na última quarta-feira, 21, e seria mantida assim por quatro dias para o trânsito de doentes, estudantes, pessoas com dupla nacionalidade e a entrada de residentes palestinos presos no lado egípcio.

Como o acesso de Gaza a Israel está sob intenso bloqueio desde que o grupo islamita Hamas tomou o poder, em 2007, a passagem de Rafah é essencial para 2 milhões de habitantes de Gaza, pois não passa por território israelense.

Fontes:
Agência Brasil - Egito fecha passagem da fronteira com Gaza por causa de ameaça terrorista

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Roberto1776 disse:

    Israel errou ao entregar o Sinai conquistado no campo de batalha. O Sinai deveria ser uma buffer zone desmilitarizada sob controle americano. Por outro lado, nota-se que nem o Egito muçulmano tolera os favelados palestinos de gaza.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *