Início » Internacional » Elefantes podem ser extintos na África em cem anos
Risco de extinção

Elefantes podem ser extintos na África em cem anos

Os estudiosos acreditam que a principal causa da caça é o comércio ilegal de marfim

Elefantes podem ser extintos na África em cem anos
Desde 2010, cerca de 35 mil elefantes são mortos por ano (Reprodução/AFP)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

A caça predatória de elefantes pode levar à extinção da espécie na África, segundo cientistas americanos da Universidade do Estado do Colorado. Os pesquisadores estimam que o número de mortes destes animais é maior do que o de nascimentos por ano, o que levaria ao desaparecimento em cem anos da espécie no continente, se os níveis atuais de matança não diminuírem. O estudo foi publicado pela Proceedings of the National Academy of Sciences.

A estimativa é de que, desde 2010, cerca de 35 mil elefantes são mortos por caçadores no continente por ano, com isso nos últimos anos o população caiu anualmente 7% em número, sendo o crescimento natural de 5% ao ano, mostrando que o percentual de mortes supera o de nascimentos.

No entanto, tais números se manifestam de formas diferentes nas regiões, como na África Central onde a população caiu 60% em 10 anos. “Nós estamos exterminando populações inteiras de elefantes no continente”, afirmou o autor da pesquisa, George Wittemyer.

Os estudiosos acreditam que a principal causa da caça é o comércio ilegal de marfim, já que o quilo do produto pode valer milhares de dólares. Além disso, nos últimos anos tem havido uma demanda crescente do produto na Ásia.

Fontes:
BBC Brasil - Elefantes podem ser extintos em cem anos na África

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Élio J. B. Camargo disse:

    Enquanto isso a espécie de Predadores aumenta sem parar, como nunca se viu na face da Terra.

  2. Lais disse:

    Exatamente, e a culpa é de quem compra e não de quem mata. Geralmente quem mata esses animais caçando, são pessoas que não tem muita opção e encontram uma oportunidade de conseguir um dinheiro extra. Alguns nem sabem quão importante e desastroso isso é. Mas quem compra sabe bem o que está comprando. Digo o mesmo para o comércio ilegal de madeira na Amazônia, quem compra toda aquela madeira ilegal? Aqui no Brasil não se vende móveis com madeira de mogno. Ja na Europa esses móveis são normais, o que quero dizer com isso, é que a culpa de quem desmata a Amazônia, não é do homem que corta a madeira, ele ve arvore pra tudo que canto, provavelmente não tem ideia do que faz. Mas quem tem dinheiro para comprar um móvel de mogno, certamente sabe o que está fazendo. Poderia citar mais exemplo, como a caça as onças-pintada. Mas o que penso é que devemos ter mais atenção em quem culpamos pelos crimes cometidos.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *