Início » Internacional » Eleições na Bolívia terminam com Evo Morales como favorito
Bolívia

Eleições na Bolívia terminam com Evo Morales como favorito

Apesar de ainda aguardar a confirmação oficial da vitória, o presidente comemorou e dedicou o resultado ao líder cubano Fidel Castro, ao falecido presidente da Venezuela Hugo Chávez e a todos os governos anti-imperialistas do mundo

Eleições na Bolívia terminam com Evo Morales como favorito
Evo Morales comemora antecipadamente o terceiro mandato presidencial (Reprodução/AFP)

As eleições gerais da Bolívia terminaram às 16h deste domingo, 12, e o presidente Evo Morales saiu como favorito nas pesquisas de boca de urna e na contagem rápida divulgada pela imprensa do país, indicando sua vitória no primeiro turno. Este seria seu terceiro mandato consecutivo, de 2015 a 2020.

Apesar de ainda aguardar a confirmação oficial da vitória, o presidente comemorou e dedicou o resultado ao líder cubano Fidel Castro, ao  falecido presidente da Venezuela Hugo Chávez e a todos os governos anti-imperialistas do mundo. Morales foi até a varanda do Palácio do governo e comemorou a vitória com uma multidão. Na Bolívia, os resultados da pesquisa de boca de urna geralmente coincidem com os oficiais, divulgados pelo Tribunal Superior Eleitoral.

Segundo a pesquisa, Morales teria larga vantagem contra seus adversários. De acordo com o jornal El Deber, o atual presidente teria 60% dos votos contra 21% do empresário Samuel Doria Medina. Ainda o Movimiento al Socialismo, partido de Morales, indica uma vitória ainda mais folgada, de 63% para o atual presidente.  Os eleitores também escolheram 36 senadores e 130 deputados que formarão a Assembleia Legislativa Plurinacional.

A provável vitória de Morales deve-se ao bom desempenho econômico do país, com crescimento médio do PIB de 6% e com melhoria das condições de vida dos mais pobres. A pobreza na Bolívia caiu de 38% para 18%.

Fontes:
Folha de S. Paulo - Boca de urna dá vitória a Evo Morales na Bolívia
G1 - Morales dedica vitória a Fidel Castro e Hugo Chávez

3 Opiniões

  1. André Luiz D. Queiroz disse:

    Carlos Azambuja,
    Quem é “babaca”? O Evo Morales, ou eu?… Espero não ter sido o alvo do comentário!
    Mas, mesmo que seu comentário desabonador tenha sido destinado a Morales, tenho que discordar: ‘babaca’ é um tratamento pejorativo que hoje se usa para quem se destaca por atitudes estúpidas, simplórias e/ou ‘pernósticas’ (arrogantes); acho que não chega a ser o caso de Morales. Ele pode isso sim é ser um grande canalha, demagogo, e tiranete (pois persegue a oposição na Bolívia!). Mas tolo ou simplório, ele não é (aliás, nenhum político que alcance posição de liderança o é!)! Eu escolheria outros adjetivos ao invés de ‘babaca’ para Evo Morales!
    Abraços!

  2. Carlos I. S. Azambuja disse:

    Esse cara é um BABACA!

  3. André Luiz D. Queiroz disse:

    Que Evo Morales faz um governo descaradamente totalitário, em cima do batido discurso aintiimperialista demonizando os EUA e cantando louvores a Fidel Castro e Hugo Chavez, já é sabido há muito. Enquanto isso estiver de bom tamanho para o povo boliviano, eles que ‘masquem essa folha de coca’. Pra mim, o problema é saber que sob Morales a produção de cocaína e exportação para o Brasil aumentou demais! E, pra piorar as coisas, eles mandam e desmandam nos contratos de exportação de gás para o Brasil, enquanto os ‘companheiros’ do Fórum de São Paulo “acham graça”! Mais um motivo para votar em Aécio Neves, que apresenta em sua plataforma política um endurecimento nas relações diplomáticas e comerciais com a Bolívia e outros países!

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *