Início » Vida » Comportamento » Elite norte-coreana tem acesso a Gmail e Facebook
NÃO TÃO ISOLADOS ASSIM

Elite norte-coreana tem acesso a Gmail e Facebook

Relatório de empresa de inteligência dos EUA revela que a diminuta elite da Coreia do Norte tem hábitos na internet similares aos do resto do mundo

Elite norte-coreana tem acesso a Gmail e Facebook
Tais observações não se aplicam à maioria da população do país (Foto: Pixabay)

Nos últimos anos, pesquisadores ocidentais têm peneirado dados da internet da Coreia do Norte em busca de atividades relacionadas ao lançamento de mísseis e planos de ataques cibernéticos planejados pelo isolado país asiático.

Porém, o que eles encontraram em vez disso os surpreendeu. O diminuto círculo da elite norte-coreana, dentro do qual estão as poucas pessoas do país com livre acesso à internet, demonstraram ter hábitos virtuais incrivelmente similares aos do resto do mundo. Eles usam seus smartphones para checar suas contas no Gmail, acessam contas no Facebook e no iTunes e procuram itens para comprar no site da Amazon e em seu concorrente chinês Alibaba.

A informação foi divulgada nesta terça-feira, 25, em um relatório da firma de inteligência americana Recorded Future, publicado pelo Washington Post. “Estes líderes estão fazendo muitas coisas parecidas com o que fazemos ao acordar de manhã. Eles não estão isolados”, disse Priscilla Moriuchi, integrante da Recorded Future, em referência aos membros do governo que também compõem o diminuto rol de beneficiados.

Segundo o relatório, tais observações se aplicam apenas ao estreito círculo da elite norte-coreana, pois a vasta maioria da nação de 25 milhões de habitantes é pobre e sem acesso à internet. Mesmo os poucos que dispõem de celulares (um número estimado em 4 milhões) são sujeitos a uma forte censura da Kwangmyong, a única rede disponível no país que é controlada pelo governo e não tem conexão com a rede global.

Com sede em Massachusetts, EUA, a Recorded Future elaborou o relatório com base em dados coletados entre 1º de abril e 6 de julho deste ano, pela Team Cymru, uma empresa americana sem fins lucrativos voltada para segurança na internet.

Fontes:
The Washington Post-Not so isolated: North Korea’s elite uses Gmail, Facebook and iTunes

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *