Início » Brasil » ‘Emergência nazista’ em Dresden, propaganda nazi impune em Itajaí
BRASIL

‘Emergência nazista’ em Dresden, propaganda nazi impune em Itajaí

Um mês separa a absolvição de dois neonazistas em Santa Catarina e a declaração de ‘emergência nazista’ na capital da Saxônia

‘Emergência nazista’ em Dresden, propaganda nazi impune em Itajaí
(Foto: Polícia Civil de Itajaí)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

“O mal é a essência desse admirador confesso de Hitler e praticante de bestialismo!”, disse na última segunda-feira, 11, o ministro da Educação, Abraham Weintraub, referindo-se ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Weintraub tuitou o que tuitou apenas um dia após a realização da segunda prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Talvez seja esse tipo de ensino, o da desinformação, o que “Abraão” – como o chama Jair Bolsonaro – entende por educação após Auschwitz.

Jair Bolsonaro, aliás, garante que o nazismo foi um fenômeno de esquerda, posicionando a manifestação empírica do fascismo na Alemanha do Terceiro Reich no mesmo espectro político dos seus adversários, como Lula.

No país em que o presidente da República e o ministro da Educação – entre outros, como o próprio “chanceler” – levantam a bola de que “há controvérsias” sobre um dos mais estabelecidos consensos deste pé em que estamos da civilização, o de que o nazifascismo foi um fenômeno da extrema-direita do espectro político, não será surpresa se amanhã ou depois algum juiz liberar a propaganda nazista no Brasil, já que tudo agora parece tão relativo.

Não será surpresa, portanto, saber que isso já aconteceu. No início de outubro, o juiz Augusto Cesar Allet Aguiar absolveu dois homens denunciados pelo Ministério Público por espalharem cartazes nazistas pelas ruas da cidade de Itajaí, em Santa Catarina.

“Penso que a melhor solução, na hipótese dos autos, é a absolvição dos acusados, porque, muito embora possa ser considerada desrespeitosa a conduta deles, como já dito, não há a presença do dolo específico de disseminar o nazismo, até mesmo porque não ficou demonstrado que assim agiam antes ou que continuaram a colar cartazes e fazer publicações alusivas ao nazismo após os fatos narrados neste processo”, escreveu o juiz Allet Aguiar na sentença.

Em sua decisão, o juiz entendeu que “não há demonstração alguma de que os réus estivessem incitando o nazismo”. Nos cartazes colados por Kaleb Rodrigo Frutuoso e Fabiano Antonio Schmitz em vários postes de Itajaí, lia-se assim, sob a foto de Hitler: ““Heróis não morrem. Parabéns Fürher”.

‘Esta cidade tem um problema com nazistas’

Itajaí, em Santa Catarina, definitivamente, não é Dresden, capital do estado alemão da Saxônia.

Um mês depois de o doutor Augusto Cesar Allet Aguiar liberar, na prática, a propaganda nazi nos postes itajaienses, o conselho municipal de Dresden declarou “emergência nazista” na cidade, aprovando resolução neste sentido por causa do crescimento de “atitudes e ações antidemocráticas, anti-pluralistas, misantrópicas e de extrema-direita”, e para cobrar ações de políticos e da sociedade civil.

Disse um dos conselheiros de Dresden, e quem sabe o eco chegue a Itajaí: “Esta cidade tem um problema com nazistas e temos que fazer algo em relação a isso”.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

2 Opiniões

  1. Dinarte da Costa Passos disse:

    Eu não compreendo esta situação! Dizem que a esquerda é nazista, mas eu particularmente não vejo ninguém da esquerda pregando o ódio e espalhando que judeus tem que morrer. Nunca vi isso no Brasil, bem pelo contrário, aqueles que se dizem contra o nazismo são pessoas que estão trabalhando para disseminar o ódio entre o povo brasileiro e os nossos vizinhos.
    Não dá para entender que parece um nazismo ao avesso quando os fascistas brasileiros acusam o nazismo de esquerda quando todo o judeu do mundo estão carecas de saber que o nazismo é de extrema-direita.
    Sei lá o Jair Messias Bolsonaro prometeu aos judeus que ia mudar a embaixada brasileira para Jerusalém, mas atá agora só conversa. Será que ele não vai enganar os judeus como Hitler fez no início de seu governo. QUEM VIVER VERÁ! Não digam que eu não avisei…

  2. Roberto Henry Ebelt disse:

    Não dá para crer que ainda existam pessoas que classifiquem Adolf com direitista e que o Opinião e Notícias dê abrigo a esse tipo de desinformação. O nazismo todo recende a pensamentos esquerdistas e o fato de ter combatido outra besta socialista não o torna um elemento de direita. Como é que um partido denominado National SOZIALISTISCHE Deutsche Arbeiter Partei (partido, como o PT, nacional SOCIALISTA dos TRABALHADORES alemães pode ser de direita???

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *