Início » Vida » Comportamento » Empresa americana aposta nas refeições líquidas
Dieta líquida

Empresa americana aposta nas refeições líquidas

A startup americana Soylent quer mudar a maneira como as pessoas consomem calorias

Empresa americana aposta nas refeições líquidas
Cada porção tem cerca de 400 calorias, custa em torno de US$3 e se diz ser tão nutritiva como alimentos e carne processados, além de ser mais ecológica (Foto: Pixabay)

“Devemos comer para viver, não viver para comer”, escreveu o dramaturgo francês Molière. Alguns empresários workaholics seguem seu conselho sem discutir. A startup Soylent, criada há dois anos, está tentando poupar tempo e dinheiro dos consumidores com a venda de uma “refeição” saudável e barata, que é ingerida como uma bebida. Cada porção vegetariana tem cerca de 400 calorias, custa em torno de US$3 e, segundo seu rótulo, é tão nutritiva como alimentos e carne processados, além de ser mais ecológica. 

Soylent conquistou um lugar entre os americanos workaholics que reclamam do custo e do aborrecimento de preparar refeições regulares. Um fato incontestável no Vale do Silício, onde o novo alimento ganhou adeptos entre os engenheiros que, preocupados demais em codificar o futuro, não gostam de interromper o trabalho na hora do almoço. Mas os maus hábitos alimentares podem prejudicar a saúde. 

Há alguns anos, Sam Altman, o atual presidente da incubadora de startups Y Combinator, estava tão concentrado em controlar os gastos e a administrar sua primeira empresa, Loopt, que passou semanas comendo apenas miojo lámen e sorvete de café até adoecer com escorbuto. Mais tarde, tornou-se um dos investidores da Soylent. No início o produto era vendido como um pó, mas para alguns consumidores ainda era trabalhoso prepará-lo. Assim, em 9 de setembro, o produto começou a ser vendido na versão 2.0, que já vem misturada e engarrafada.

 

Fontes:
The Economist - Liquid lunch

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *