Início » Internacional » Empresa russa de segurança da informação impressiona os céticos
Tecnologia

Empresa russa de segurança da informação impressiona os céticos

Kaspersky Lab tem impressionado os céticos, ao revelar repetidas vezes problemas genuínos e graves referentes à segurança cibernética

Empresa russa de segurança da informação impressiona os céticos
Eugene Kaspersky ajudou a descobrir o Stuxnet, um vírus de computador destinado a sabotar o programa nuclear do Irã (Reprodução/Bloomberg)

Existe mais de um motivo para duvidar de Eugene Kaspersky e da sua empresa de segurança da informação, a Kaspersky Lab. Ele graduou-se em um instituto ligado à KGB e mais tarde ingressou no Exército Vermelho. Kaspersky chamou Edward Snowden de “traidor” por ter rompido seu contrato de confiabilidade com a National Security Agency (NSA) dos Estados Unidos, ao divulgar detalhes do sistema de vigilância global da NSA. E, assim como muitos executivos no setor de segurança da informação, faz alertas constantes em relação às ameaças cibernéticas sérias, que atraem o interesse e os clientes para sua atividade.

No entanto, Kaspersky Lab tem impressionado os céticos, ao revelar repetidas vezes problemas genuínos e graves referentes à segurança cibernética. Em 2010, por exemplo, ele ajudou a descobrir o Stuxnet, um vírus de computador destinado a sabotar o programa nuclear do Irã.

Em 16 de fevereiro Kaspersky demonstrou duas vezes sua competência como especialista em segurança da informação. Primeiro, divulgou um relatório com detalhes do ciberataque apelidado de Carbanak nos sistemas de computadores de bancos no mundo inteiro. Os hackers roubaram centenas de milhões de dólares com a transferência para contas falsas e acesso às caixas eletrônicas. No mesmo dia a Kaspersky Lab anunciou que descobrira que o “Equation Group”, possivelmente um programa da NSA, planejava instalar um spyware em computadores, que lhe daria total controle sobre todos os seus dados, mesmo depois do disco rígido ser apagado e da reinstalação do sistema operacional.

Essas revelações, assim como o talento incansável de marketing e vendas de Kaspersky e da popularidade do software antivírus da empresa, transformaram a Kaspersky Lab em uma das raras empresas russas bem-sucedidas no exterior e talvez o produto mais famoso do país depois da vodka e dos fuzis automáticos AK-47s.

Fontes:
Economist-The Kaspersky equation

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *