Início » Internacional » Enchentes deixam mais de 1 milhão desabrigados na Índia
DESASTRE NATURAL

Enchentes deixam mais de 1 milhão desabrigados na Índia

Mais de 410 pessoas já morreram devido às fortes chuvas e inundações que atingem o estado de Kerala, no sul da Índia

Enchentes deixam mais de 1 milhão desabrigados na Índia
Governo de Kerala estima prejuízos de US$ 3 bilhões (Foto: HH Sheikh Mohammed‏/Twitter)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Mais de um milhão de pessoas estão desabrigadas no estado de Kerala, no sul da Índia, conforme informou a AFP na manhã desta terça-feira, 21. Ao todo, mais de 410 pessoas já morreram devido às inundações que atingem a localidade.

“O número de pessoas em acampamentos humanitários agora é de 1.028.000, distribuídas entre mais de 3.000 centros”, destacou Subhash T.V., porta-voz do governo de Kerala, à AFP. As pessoas que precisaram ser deslocadas estão ficando em centros similares aos de refugiados.

De acordo com o deputado Shashi Tharoor, de Kerala, mais de 50 mil residências ficaram destruídas por causa das chuvas. Estima-se que o prejuízo causado pelas inundações deve ultrapassar US$ 3 bilhões.

O nível da água já começou a diminuir, o que permite que seja visualizada a real situação dos estragos causados pelas inundações. Apesar disso, a redução da altura das águas, que ainda supera meio metro em Chengannur – uma das cidades mais afetadas -, também revelam o medo de doenças devido à falta de água potável e às más condições de higiene.

O nível da água em Kerala teria atingido 2,5m, segundo informou um morador. Anteriormente, segundo o residente, a água não ultrapassava os 30cm de altura. Milhares de pessoas permanecem em suas casas inundadas e, em vez de pedir resgate, requisitam mantimentos, como comida e água potável.

Alguns pescadores estão usando seus barcos para ajudar no resgate das pessoas, além de criar espécies de “restaurantes” solidários. Em agradecimento, o governo de Kerala anunciou o pagamento de US$ 42 por dia de trabalho para cada barco.

Nesta terça-feira, a chuva continua caindo em diferentes cidades de Kerala, mas com menos intensidade do que na semana passada. Por causa disso, ainda não é possível estimar quando o nível da água diminuirá de vez. O aeroporto internacional de Kochi vai permanecer fechado até, pelo menos, o dia 26 de agosto.

O estado de Kerala continua buscando ajuda internacional para se reerguer do desastre natural. O governo da Índia já prometeu o direcionamento de US$ 97 milhões para ajudar a localidade. Já os Emirados Árabes Unidos afirmaram que vão doar US$ 100 milhões.

Os governos estaduais indianos também prometeram que vão doar cerca de US$ 50 milhões. Já ministros e chefes de empresas prometeram doar o salário de um mês para o estado de Kerala. O grupo Khalsa Aid International, que é sediado no Reino Unido, estabeleceu um centro de atendimento em Kochi, oferecendo refeições para 3 mil pessoas diariamente.

Ademais, helicópteros e drones estão lançando mantimentos para as pessoas de aldeias que estão isoladas por causa das águas. Milhares de soldados das Forças Armadas da Índia estão espalhados por Kerala para tentar resgatar as pessoas que estão presas.

 

Leia mais: Sul da Índia enfrenta piores inundações em 100 anos

Fontes:
The Guardian-Kerala: more than 1m people flee to relief camps to escape floods
AFP-Mais de um milhão de desabrigados por inundações no sul da Índia

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *