Início » Internacional » Equatorianos votam contra reeleição ilimitada
REFERENDO

Equatorianos votam contra reeleição ilimitada

Medida deve impedir retorno do ex-presidente Rafael Correa

Equatorianos votam contra reeleição ilimitada
Moreno vota neste domingo no Equador (Fonte: Reprodução/AP)

Em referendo convocado pelo presidente Lenín Moreno neste domingo, 4, os equatorianos votaram contra a reeleição ilimitada no país.

Leia também: Mudança na política ditatorial do Equador

A medida impõe um revés à ambição do ex-presidente Rafael Correa de voltar a concorrer nas eleições de 2021.

Com 95% das urnas apuradas, 64,12% dos eleitores votaram pelo fim da reeleição indefinida no Equador, limitando a reeleição do presidente a uma única vez para “garantir o princípio da alternância”.

A limitação tinha sido extinta por Correa em 2015, com a aprovação pelo Congresso de uma emenda constitucional permitindo a reeleição ilimitada a partir de 2021.

O nível de participação no referendo foi de 74%, segundo o CNE. Em sua conta no Twitter, o presidente Lenín Moreno comemorou o resultado: “hoje a democracia triunfou de maneira contundente com o ‘sim’. Hoje, todos nós manifestamos de maneira clara e contundente, livre e democraticamente, sobre o futuro que queremos para nossos filhos”.

Fontes:
G1 - Equador decide pelo fim da reeleição indefinida em referendo

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *