Início » Internacional » Equipes acham caixa-preta de avião que caiu com 150 pessoas a bordo
tragédia na França

Equipes acham caixa-preta de avião que caiu com 150 pessoas a bordo

Caixa-preta, destroços do avião e corpos das vítimas foram encontrados em uma área de difícil acesso, a 2 mil metros de altitude

Equipes acham caixa-preta de avião que caiu com 150 pessoas a bordo
Airbus não estava na rota, nem enviou nenhum sinal de socorro (Reprodução/Zero Hora)

Equipes que trabalham na busca pelos destroços do Airbus A320, da companhia aérea alemã Germanwings, encontraram a caixa-preta do avião e corpos de alguns dos 150 mortos no acidente.  O avião caiu na manhã desta terça-feira, 24, nos Alpes da Alta Provença, na França, quando viajava de Barcelona, na Espanha, para Düsseldorf, na Alemanha.

Leia mais: Avião com 148 pessoas cai na França, diz polícia

Os destroços e os corpos das vítimas foram encontrados em uma área de difícil acesso, a 2 mil metros de altitude, na região de Barcelonnette. Segundo o secretário de Estado de transportes francês, Alain Vidalies, a região está coberta de neve e inacessível para veículos, mas pode ser sobrevoada por helicópteros de resgate.

O primeiro-ministro francês, Manuel Valls, afirmou que equipes no local descartaram a possibilidade de haver sobreviventes. A Germanwings afirmou que 67 alemães estavam a bordo do avião. Entre as vítimas, está um grupo de 16 estudantes e dois professores. Segundos a vice-presidente da Espanha, Soraya Saenz de Santamaria, 45 passageiros com nomes hispânicos estavam na lista de passageiros. Também há informações de que passageiros turcos estariam a bordo.

A Direção Geral de Aviação Civil francesa disse que a análise das caixas-pretas deve revelar as causas da tragédia. Segundo especialistas, as condições meteorológicas eram boas na manhã desta terça-feira. O engenheiro responsável na Direção Geral de Aviação Civil avisou ao comando do órgão ter perdido contato com o avião. O engenheiro também alertou que o Airbus não estava na rota, nem enviou nenhum sinal de socorro.

O porta-voz da Germanwings afirmou que a companhia perdeu contato com o voo às 10h53 (6h53 de Brasília) e que o avião teria sofrido uma queda brusca de altitude por oito minutos. Para evitar um possível ato terrorista, um avião de caça da Força Aérea francesa e um helicóptero da Defesa Civil se aproximaram do avião.

O Airbus A320 estava em serviço desde 1991, pela companhia alemã Lufthansa, e voava pela Germanwings desde o fim de janeiro deste ano. De acordo com um porta-voz da empresa, o último controle de rotina aconteceu segunda-feira, 23, em Düsseldorf, e os computadores do avião tinham sido trocados recentemente por equipamentos de última geração. O piloto trabalhava há dez anos pela Lufthansa e Germanwings.

Fontes:
Le Monde-Ce que l'on sait de l'accident de l'Airbus A320 de Germanwings dans les Alpes

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *