Início » Internacional » Espanhola que pediu exumação de Dalí não é filha do pintor
TESTE DE DNA

Espanhola que pediu exumação de Dalí não é filha do pintor

Teste de DNA feito com amostras colhidas após a exumação conclui que Maria Pilar Abel não é filha do pintor espanhol

Espanhola que pediu exumação de Dalí não é filha do pintor
Pilar vinha tentando provar desde 2007 que era filha de Salvador Dalí (Foto: Twitter)

A luta da espanhola Maria Pilar Abel, de 61 anos, para provar que é filha do pintor Salvador Dalí chegou ao fim no último sábado, 6, com resultado contrário às suas expectativas.

Um comunicado da Fundação Gala-Salvador Dalí informou que o teste de DNA feito com amostras colhidas do corpo de Salvador Dalí concluiu que Pilar não é filha do pintor. O resultado encerra uma guerra judicial de uma década, cujo último episódio ocorreu em julho deste ano, quando Pilar obteve o direito de exumar o corpo do pintor espanhol para extrair amostras de DNA para o teste de paternidade.

“Depois de analisadas as mostras biológica de Pilar Abel Martínez e as obtidas na exumação dos restos mortais de Salvador Dalí, […] os resultados obtidos permitem excluir Dalí como pai biológico de María Pilar Abel Martínez”, afirmou a Fundação.

Pilar vinha tentando provar desde 2007 que era filha de Salvador Dalí. Ela afirma ser fruto de um caso entre Salvador Dalí e sua mãe, quando esta trabalhava como empregada em uma casa de família em Port lligat, um pequeno povoado na Costa Brava, na Catalunha, onde Dalí viveu boa parte de sua vida.

Em 2007, Pilar fez um teste com amostras de DNA que colheu de restos de pele e do cabelo que estavam em uma máscara mortuária de gesso do pintor. A máscara foi feita logo após a morte de Dalí e está sob a posse de Pilar. No entanto, o resultado do teste na época foi inconclusivo.

Fontes:
G1-Testes de DNA mostram que mulher que pediu exumação de Salvador Dalí não é sua filha

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Carlos Valoir Simões disse:

    Sugiro que o advogado peça uma contra-prova, a semelhança é muito grande.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *