Início » Internacional » Mulher de ministro israelense pede desculpas a Obama por piada racista
preconceito

Mulher de ministro israelense pede desculpas a Obama por piada racista

No Twitter, Judy Shalom Nir-Mozes, esposa do ministro israelense Silvan Shalom, perguntou ‘Vocês sabem como é o café Obama? Preto e fraco’

Mulher de ministro israelense pede desculpas a Obama por piada racista
Esta não é a primeira vez que Judy é alvo de polêmica envolvendo preconceito (Foto: Wikipedia)

Judy Shalom Nir-Mozes, mulher do ministro do Interior de Israel, Silvan Shalom, pediu desculpas a Barack Obama por ter publicado uma piada racista sobre o presidente americano em sua conta no Twitter.

Apresentadora de televisão e rádio, Judy tem mais de 74,4 mil seguidores no Twitter. No último domingo, 21, ela postou a mensagem “Vocês sabem como é o café Obama? Preto e fraco”.

A mensagem foi apagada pouco tempo depois, porém já havia sido compartilhada por seguidores irritados com o preconceito de Judy. Muitos criticaram a falta de sensibilidade da apresentadora em postar uma piada racista em pleno momento que os EUA se encontram em luto pela morte de nove negros por um branco.

A apresentadora, então, postou outra mensagem, desta vez pedindo desculpas a Obama. “Apresento minhas desculpas, foi uma piada idiota que alguém me contou. Presidente Obama, eu não deveria ter retransmitido esta piada inapropriada. Amo as pessoas independentemente de raça ou religião. Sinto muito se machuquei alguém. Espero continuar casada quando meu marido desembarcar e souber o que eu fiz”, escreveu Judy.

Esta não é a primeira vez que Judy é alvo de polêmica envolvendo preconceito. Em 2012, ela teve de abdicar do cargo de representante da Unicef em Israel logo após a nomeação. Na época, Israel lançou uma ofensiva na Faixa de Gaza que deixou dezenas de mortos. Em seu perfil no Facebook, Judy apoiou os bombardeios israelenses e se referiu aos palestinos como “pessoas que alimentam o ódio de suas crianças contra Israel… que têm em seus DNAs o ódio a nós”.

O marido de Judy, Silvan Shalom, é membro do Likud, partido do primeiro-ministro israelense, Benjamin Netanyahu, e ministro responsável pelas relações entre Israel e EUA.

 

 

Fontes:
O Globo-Esposa de ministro israelense faz piada racista sobre Obama

3 Opiniões

  1. Jayme Mello disse:

    É isso mesmo, o preconceito no melhor estilo, vindo lá do último pedestal de suas excelências, justamente, contra o primeiro mandatário do país,que dá ao Estado de Israel a mais cego e obstinado apoio, contra tudo e contra todos.

    Imagino, portanto, qual seria o pensamento (anedótico) dela sobre outras pessoas (comuns),quanto aqueles de origem africana, nem ouso pensar, mas deve ser estarrecedor.

    Foi portanto, o ato falho mais exuberante do ano, outros virão, mas este…

  2. jayme endebo disse:

    Perdeu a oportunidade de ficar calada, perfeita idiota.

  3. Claudio Carneiro disse:

    ESSA SENHORA É DESPROVIDA DE QUALQUER JUÍZO.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *