Início » Internacional » Estados Unidos estudam enviar armas às tropas ucranianas
Crise na Ucrânia

Estados Unidos estudam enviar armas às tropas ucranianas

Segundo o 'New York Times', retomada dos combates no país pode levar os EUA a aumentar sua participação no conflito

Estados Unidos estudam enviar armas às tropas ucranianas
Tropas ucranianas aramadas para o combate. Estados Unidos teme que Rússia aumente o auxílio aos separatistas (Foto: Reprodução/MANU BRABO/AFP)

O governo dos EUA está estudando a possibilidade de enviar armas às tropas ucranianas que combatem os separatistas, segundo fontes governamentais informaram ao New York Times no domingo, 1º. Os combates foram retomados no sábado, 31, após o fim da trégua para negociações que visavam um cessar-fogo.  Ao todo, 40 pessoas morreram neste final de semana, 17 delas civis.

A Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) também cogita ajudar as forças do governo ucraniano. O comandante do órgão, o americano Philip Breedlove, defende o envio das armas, e o secretário de estado dos EUA, John Kerry, está aberto à negociação.

A conselheira de Obama para a segurança nacional, Susan Rice, foi contrária ao envio de assistência letal aos ucranianos nos últimos meses, mas segundo fontes do jornal americano, ela está disposta a rever sua posição.

O governo dos Estados Unidos tem limitado seu auxílio ao fornecimento de suprimentos de combate, como coletes à prova de balas, equipamentos médicos e radares. Isso se deve ao temor da Casa Branca de que a Rússia aumente sua ofensiva na região em caso de uma maior participação americana.

EUA e Otan suspeitam que o governo de Vladimir Putin esteja fornecendo armas aos separatistas. Sanções econômicas foram adotadas contra o país como meio de pressionar o governo russo a não se envolver na questão, porém não obtiveram sucesso. Por isso Obama passou a estudar a possibilidade de enviar auxílio letal, além de equipamento defensivo, ao governo de Kiev.

Fontes:
O Globo-EUA consideram enviar armas a Kiev, diz 'NYT'

2 Opiniões

  1. Ney disse:

    O Ocidente começa a guerra entre os irmãos de uma nação, agora em vez de promover a paz quer vender armas.

  2. Henrique de Almeida Lara disse:

    Já deveria ter enviado.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *