Início » Internacional » Estátua da Liberdade foi concebida como uma mulher muçulmana
CULTURA

Estátua da Liberdade foi concebida como uma mulher muçulmana

Símbolo da Liberdade nos EUA devia retratar uma camponesa muçulmana erguida na entrada do Canal de Suez

Estátua da Liberdade foi concebida como uma mulher muçulmana
Estátua foi feita pelo escultor francês Frédéric Auguste Bartholdi (Foto: Pixabay)

A Estátua da Liberdade foi originalmente concebida para retratar uma camponesa muçulmana, que deveria ter sido erguida na entrada do Canal de Suez, no Egito. Em sua mão, uma lanterna serviria ao mesmo tempo de farol e de símbolo do progresso.

Mas, no século 19, o escultor francês, Frédéric Auguste Bartholdi, não conseguiu vender sua ideia para o paxá do Egito, Ismail Pasha. Apesar da negativa egípcia, Bartholdi permaneceu determinado a erguer um colosso em alguma cidade do mundo, aos moldes daquele em Rhodes antiga. Ele viajou para os EUA com desenhos da mulher muçulmana adaptados para representar a personificação da Liberdade. Os americanos compraram a ideia.

Primeiro, Bartholdi considerou a ponta de Manhattan e Central Park como possíveis locais para abrigar sua estátua. Durante uma viagem na balsa de Staten Island Ferry, ele decidiu que a ilha de Bedloe seria o ponto perfeito.

E lá ela está agora, a mulher muçulmana transformada em senhora Liberdade, com uma lanterna em sua mão simbolizando o progresso.

Fontes:
The Daily Beast - The original Statue of LIberty was muslim

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *