Início » Internacional » Estudante americano morre após ser solto pela Coreia do Norte
ESTADOS UNIDOS

Estudante americano morre após ser solto pela Coreia do Norte

Uma semana após ser libertado pelo governo norte-coreano, o estudante Otto Warmbier morreu no centro médico da Universidade de Cincinnati

Estudante americano morre após ser solto pela Coreia do Norte
Em março do ano passado, a Suprema Corte norte-coreana condenou Warmbier a 15 anos de trabalhos forçados (Foto: dprk.com)

O estudante americano Otto Warmbier, que retornou em coma aos Estados Unidos na última terça-feira, 13, após um ano e meio detido na Coreia do Norte, morreu nesta segunda-feira, 19, informaram seus pais em comunicado.

Leia também: Coreia do Norte condena estudante dos EUA a 15 anos de trabalhos forçados
Leia também: Estudante americano ‘confessa’ crime na Coreia do Norte

“É nosso triste dever informar que nosso filho, Otto Warmbier, completou sua jornada. Cercado por sua família amorosa, Otto morreu hoje às 14h20”, disse o comunicado assinado por seus pais, Fred e Cindy Warmbier.

Warmbier foi preso no aeroporto de Pyongyang em janeiro do ano passado e em março foi condenado pela Suprema Corte norte-coreana a 15 anos de trabalhos forçados. Ele teria roubado um cartaz com propaganda política no hotel que estava hospedado.

De acordo com as autoridades norte-coreanas, Warmbier havia contraído botulismo e tomado uma pílula de sono e com isso esteve em coma durante quase todo o período que esteve detido. Os pais do estudante informaram que, desde que voltou aos Estados Unidos, ele “não podia falar, não podia enxergar e não era capaz de reagir a comandos verbais”.

Segundo os médicos da Universidade de Cincinnati, que examinaram o estudante assim que chegou ao país, Warmbier sofreu lesões relacionadas a uma parada cardiopulmonar e “danos neurológicos severos”. “Infelizmente, as terríveis torturas sofridas por nosso filho nas mãos dos norte-coreanos fizeram com que nenhum outro resultado fosse possível além do que nós vivemos hoje”, disseram os pais do jovem.

Em um comunicado oficial, o presidente dos EUA, Donald Trump, e a primeira-dama, Melania Trump, enviaram condolências à família do estudante e condenaram o governo norte-coreano por sua brutalidade. “O destino de Otto aprofunda a determinação de minha administração em prevenir que esse tipo de tragédia recaia sobre pessoas inocentes pelas mãos de regimes que não respeitam as leis ou a decência humana básica”, disse o presidente americano no comunicado.

Fontes:
The Guardian-Otto Warmbier: student dies days after being returned from North Korea
G1-Morre americano que ficou preso na Coreia do Norte
Estado de S. Paulo-Estudante americano libertado pela Coreia do Norte morre nos EUA

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Lucinda Telles disse:

    A Coréia do Norte é um hospício onde os internos se comportam como se estivessem num circo. Acho que ninguém ataca aquilo lá de medo que eles escapem.

  2. Markut disse:

    Triste desfecho de uma lamentavel ingenuidade.

  3. olbe disse:

    Os adolescentes são ousados mas no caso deste menino era só um cartaz que ele queria mostrar no Brasil
    Foi assassinado e nada podemos fazer além de divulgar este história pra alertar outros jovens…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *