Início » Internacional » Estudo da linguagem corporal pode ajudar a desvendar espiões
Linguagem Corporal

Estudo da linguagem corporal pode ajudar a desvendar espiões

Agentes secretos americanos acham que é possível perceber as mudanças no estilo de vestir, na expressão facial, nos gestos e no modo de andar de um espião

Estudo da linguagem corporal pode ajudar a desvendar espiões
O Body Leads Project já examinou a postura corporal de Osama bin Laden e de alguns líderes de países potencialmente hostis, com um método denominado “análise do movimento padrão” (Reprodução/Reuters)

Como descobrir quais são os diplomatas estrangeiros em seu país, que são espiões? Ou quem são os agentes duplos entre os espiões de seu país? E quais são os líderes estrangeiros que estão planejando bombardear seus vizinhos? Todos os governos esforçam-se para responder a essas perguntas. Os agentes secretos americanos acham que o estudo da linguagem corporal talvez possa ajudar a encontrar as respostas.

Os espiões, é óbvio, são difíceis de detectar. Um diplomata com uma dupla função de espião em geral fica mais agitado, quando interrompe o trabalho cotidiano monótono e se dedica à sua atividade secreta, disse Joe Navarro, um ex-agente do FBI. Segundo Navarro, um agente especializado em contraespionagem percebe as mudanças no movimento do corpo ou na atitude de um espião. As pessoas que estão escondendo algo importante inconscientemente mudam o estilo de vestir, a expressão facial, os gestos e o modo de andar. Elas mudam também a maneira de fumar e de olhar a hora no relógio, além de observarem a proximidade das vitrines das lojas. Navarro recusa-se a ser mais específico, porque ainda “estamos testando” essa teoria de postura corporal.

O Office of Net Assessment (ONA), um órgão de pesquisa multidisciplinar do Pentágono, gasta, desde 2009, aproximadamente US$300,000 por ano na interpretação da linguagem corporal de líderes estrangeiros. O Body Leads Project já examinou a postura corporal de Osama bin Laden e de alguns líderes de países potencialmente hostis, com um método denominado “análise do movimento padrão”.

Fontes:
The Economist-James Bond’s body language

1 Opinião

  1. Vitafer disse:

    É só esses estudiosos virem ao Brasil e aprenderão como é fácil descobrir um ladrão…

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *