Início » Economia » EUA e Canadá chegam a um acordo para o ‘novo Nafta’
ACORDO USMCA

EUA e Canadá chegam a um acordo para o ‘novo Nafta’

Acordo trilateral entre EUA, Canadá e México se chamará USMCA e substituirá o Nafta, constantemente atacado por Trump

EUA e Canadá chegam a um acordo para o ‘novo Nafta’
Principais pontos dizem respeito aos setores de laticínios e automobilístico (Foto: Wikimedia)

Os Estados Unidos e o Canadá chegaram a um novo acordo comercial no último domingo, 30. Com isso, os países encerram o antigo Tratado Norte-Americano de Livre Comércio (Nafta) e vão aderir, em alguns meses – ainda sem data definida -, o novo Acordo Estados Unidos-México-Canadá (USMCA, na sigla em inglês).

O México e os EUA já tinham firmado um novo pacto no final de agosto. No entanto, o Canadá ainda não havia sido incluído e as negociações não avançavam. Com o prazo estipulado para o firmamento do novo tratado se encerrando no fim de setembro, os países aceleraram as conversas e conseguiram, nas últimas horas, chegar ao acordo.

Os principais pontos do tratado, no que diz respeito aos Estados Unidos e Canadá, abordam o setor de laticínios e automobilístico. Enquanto os canadenses concordaram em ceder o acesso dos americanos a 3,5% do mercado doméstico, aproximadamente US$ 16 bilhões, os EUA estabeleceram uma cota para os veículos canadenses exportados para território americano.

Isso quer dizer que, mesmo que os EUA coloquem tarifas sobre as importações sobre veículos, os automóveis canadenses ficarão protegidos. Isso porque o Canadá poderá exportar 2,6 milhões de carros para os Estados Unidos anualmente sem sofrer com tarifas – atualmente o país exporta 2 milhões de carros por ano.

“O USMCA proporcionará aos nossos trabalhadores, agricultores, pecuaristas e empresas um acordo de comércio de alto padrão, que resultará em mercados mais livres, comércio mais justo e crescimento econômico robusto em nossa região. Fortalecerá a classe média e criará empregos bons e bem remunerados e novas oportunidades para os quase meio bilhão de pessoas que ligam para a América do Norte”, destacou um comunicado assinado pela ministra das Relações Exteriores canadense, Chrystia Freeland, e o representante de Comércio dos EUA, Robert Lightizer.

Os presidentes dos Estados Unidos, Donald Trump, do México, Enrique Peña Nieto, e o primeiro-ministro do Canadá, Justin Trudeau, usaram as redes sociais para celebrar o firmamento do novo acordo. Agora, com os países envolvidos, a construção do USMCA deve avançar e os detalhes devem ser revelados nos próximos meses.

“É um grande negócio para todos os três países, resolve as muitas deficiências e erros no Nafta, abre muito os mercados aos nossos agricultores e fabricantes, reduz as barreiras comerciais aos EUA e reunirá as três grandes nações em concorrência com o resto do mundo. O USMCA é uma transação histórica!”, escreveu Trump no Twitter.

Enquanto isso, Trudeau foi mais sucinto, apenas afirmando que era “um bom dia para o Canadá e os nossos parceiros mais próximos”. Peña Nieto, por sua vez, destacou a longa negociação, que durou 13 meses, mas celebrou o firmamento do tratado. “Um acordo ganhar-ganhar-ganhar”, declarou o presidente mexicano.

O mercado, que temia que o Canadá ficasse de fora do acordo, reagiu bem ao novo tratado. Tanto a moeda canadense quanto a mexicana operaram em alta após o anúncio do novo pacto comercial. Segundo o Guardian, os grupos empresariais americanos temiam que o acordo se tornasse apenas bilateral, pois a economia dos três países se entrelaçaram desde 1994, quando o Nafta foi firmado.

 

Leia mais: ‘Não ter acordo é melhor do que um acordo ruim’, diz Trudeau sobre o Nafta

Fontes:
The Guardian-Trump heralds 'wonderful new trade deal' to replace Nafta after Canada talks
New York Times-U.S. and Canada Reach Trade Deal to Salvage Nafta

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *