Início » Internacional » EUA e China fecham acordo por sanções mais duras contra Coreia do Norte
NOVAS SANÇÕES

EUA e China fecham acordo por sanções mais duras contra Coreia do Norte

Texto oficial será apresentado nesta quinta-feira, 25, e deve trazer medidas mais severas em resposta aos testes nucleares da Coreia do Norte

EUA e China fecham acordo por sanções mais duras contra Coreia do Norte
Líder norte-coreano provocou a ira da comunidade internacional com testes nucleares (Fonte: Reprodução/Wikimedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Após seis semanas de negociações, Estados Unidos e China fecharam um acordo sobre uma resolução da Organização das Nações Unidas (ONU) que imporá sanções mais severas contra a Coreia do Norte, informam diplomatas das Nações Unidas. A medida visa punir o país devido à realização de um teste nuclear e o lançamento de um foguete.

A embaixadora americana Samantha Power ficará a cargo de apresentar um rascunho da resolução para o Conselho de Segurança nesta quinta-feira, 25. Apesar de o documento ser considerado confidencial, um membro do conselho de segurança disse à agência de notícias Reuters que o documento é “substancial, longo e completo” e que vai além das sanções aplicadas anteriormente pela ONU.

Detalhes propostos no acordo ainda não foram divulgados, mas diplomatas disseram à Reuters que entre as medidas propostas estavam a limitação do acesso norte-coreano a portos internacionais e a restrição do acesso dos bancos do país ao sistema financeiro internacional.

Durante as negociações, China e Estados Unidos tiveram posições distintas acerca das sanções contra a Coreia do Norte. A postura americana reforçava a aplicação de medidas mais duras, enquanto os chineses defendiam o diálogo internacional, por ser o principal parceiro comercial do país.

Embora ainda não esteja claro de que forma a China atuaria no caso, o acordo mostra que Pequim está mais disposta a restringir de forma mais dura as ações de Pyongyang após os últimos testes nucleares no país.

O porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da vizinha Coreia do Sul se mostrou contente com as novas sanções, pois “inclui elementos muito mais fortes e eficazes do que os do passado”.

Fontes:
O Globo-EUA e China chegam a um acordo sobre sanções à Coreia do Norte
Público-EUA e China negociam sanções “muito mais fortes” contra Coreia do Norte
Estado de Minas-EUA e China fecham acordo sobre sanções contra Coreia do Norte, dizem diplomatas

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *