Início » Internacional » EUA e Israel deixam a Unesco
POR SUPOSTO VIÉS ANTI-ISRAEL

EUA e Israel deixam a Unesco

Países apontam como motivo da decisão um suposto viés anti-Israel na organização

EUA e Israel deixam a Unesco
A Unesco foi cofundada pelos EUA no pós-Segunda Guerra (Foto: Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Os governos dos Estados Unidos e de Israel oficializaram na última terça-feira, 1, a saída da  Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (Unesco). A saída consolida um processo anunciado há mais de um ano por ambos os governos, que afirmaram como motivo um suposto viés anti-Israel na organização.

Cofundada pelos EUA após a Segunda Guerra Mundial, a Unesco tem como missão promover a paz a educação para crianças em situação vulnerável (em especial para meninas), a liberdade de imprensa e a compreensão dos horrores do Holocausto.

Os EUA, que exigiam uma reforma na organização, já haviam deixado de pagar sua contribuição à organização em 2011, ainda sob a gestão de Barack Obama. O motivo foi a decisão da agência de elevar os palestinos a membros plenos da organização. Desde então, o país acumulou uma dívida de US$ 600 milhões com a organização. A dívida foi um dos motivos para a decisão de retirada.

Israel, por sua vez, deve cerca de US$ 10 milhões à Unesco. Ao anunciar a saída, o governo do primeiro-ministro Benjamin-Netanyahu classificou a ação americana como “brava e moral”.

Fontes:
Época-EUA e Israel deixam oficialmente a Unesco

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *