Início » Internacional » EUA e países da União Europeia expulsam diplomatas russos
TENSÃO DIPLOMÁTICA

EUA e países da União Europeia expulsam diplomatas russos

Rússia é suspeita de tentar assassinar o ex-espião Sergei Skripal, no Reino Unido, utilizando um agente nervoso

EUA e países da União Europeia expulsam diplomatas russos
Essa é a maior manifestação de países contra a Rússia desde que o envenenamento ocorreu (Foto: Pinterest)

Os Estados Unidos e 14 países membros da União Europeia vão expulsar diplomatas e representantes russos de seus territórios em apoio ao Reino Unido. A Rússia é suspeita de ter tentado assassinar o ex-espião Sergei Skripal e a sua filha, Yulia, na Inglaterra, utilizando um agente nervoso. Os russos terão sete dias para deixar os países.

Essa é a maior manifestação de países contra a Rússia desde que o envenenamento ocorreu. Anteriormente, o Reino Unido já havia expulsado 23 diplomatas russos de seu território, com a Rússia respondendo da mesma forma.

Ao todo, os Estados Unidos estão expulsando 60 russos, sendo 48 funcionários da embaixada em Washington e 12 membros da inteligência da missão russa na sede das Nações Unidas em Nova York. Além das expulsões, os Estados Unidos vão fechar o consulado da Rússia em Seattle.

“Para o governo russo, dizemos: quando você ataca nossos amigos, você enfrenta sérias consequências”, afirmou um alto funcionário dos Estados Unidos em condição de anonimato, conforme noticiou a Reuters.

Não é a primeira vez que os Estados Unidos expulsam representantes da Rússia de seu território. Em 1986, o então presidente Ronald Reagan expulsou 55 diplomatas durante a Guerra Fria. Mais tarde, em 2016, o ex-presidente Barack Obama mandou embora 35 russos por suposta interferência nas eleições americanas. Em contrapartida, em 2017, a Rússia ordenou a saída de 755 funcionários americanos do país. Em resposta, os EUA fecharam o consulado russo em São Francisco e os anexos em Nova York e Washington.

“Eles se escondem atrás da imunidade diplomática enquanto se envolvem ativamente em operações de inteligência que minam o país em que estão hospedados em uma democracia que eles buscam minimizar. Com a ação de hoje, estamos removendo um grande número de  numerosos oficiais da inteligência russa que residem nos Estados Unidos”, disse uma autoridade americana, segundo a Reuters.

Enquanto isso, a Lituânia vai expulsar três diplomatas e proibir a entrada de 44 russos no país; a Ucrânia vai retirar 13 funcionários russos do país; Alemanha, França e Polônia mandarão embora quatro russos; Itália, Holanda e Dinamarca vão expulsar dois diplomatas; e a Estônia vai exilar apenas um. Segundo membros diplomáticos russos, a Rússia vai responder da mesma forma em pouco tempo.

“Já hoje, 14 Estados-membros decidiram expulsar diplomatas russos. Medidas adicionais, incluindo sanções dentro da estrutura comum da UE, não podem ser excluídas nos próximos dias e meses”, apontou o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, durante coletiva de imprensa em Varna, na Bulgária.

A Rússia tem negado qualquer tipo de envolvimento com a tentativa de assassinato do ex-espião, que continua internado em estado grave, porém estável. O secretário de Defesa do Reino Unido, Gavin Williamson, revelou que o país pediu o apoio de seus aliados em uma cúpula da União Europeia em Bruxelas, na última semana.

“A paciência do mundo com o presidente Putin e suas ações está ficando bastante curta, e o fato de que inclusive na aliança da Otan [Organização do Tratado do Atlântico Norte], inclusive na União Europeia, as nações se posicionaram a favor do Reino Unido… realmente penso que esta é a melhor resposta que podíamos ter”, afirmou o secretário, como noticiou o jornal Globo.

 

Leia também: Theresa May acusa a Rússia por envenenamento de ex-espião

Fontes:
Reuters-Trump orders 60 Russians expelled after UK nerve agent attack
O Globo-EUA e países europeus expulsam diplomatas russos em reação a caso do ex-espião
ABC-Donald Trump orders expulsion of 60 Russian diplomats over UK ex-spy nerve agent attack

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *