Início » Internacional » EUA estudam ação militar ou humanitária no Iraque
Tensão no Iraque

EUA estudam ação militar ou humanitária no Iraque

Presidente Barack Obama está decidindo se envia aviões para atacar jihadistas ou se fornece ajuda humanitária às minorias religiosas ameaçadas no país

EUA estudam ação militar ou humanitária no Iraque
Minorias religiosas fugiram para as montanhas e estão sem acesso à água e alimentos (Reprodução/Internet)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O presidente dos EUA, Barack Obama, está decidindo se realiza um ataque aéreo no Iraque ou se envia aviões de ajuda humanitária ao país para distribuir alimentos e medicamentos para as minorias religiosas ameaçadas pelo grupo fundamentalista Estado Islâmico.

Cerca de 40 mil pessoas fugiram de suas casas em Qaraqosh, a maior cidade cristã do Iraque, localizada no norte do país, após serem ameaçadas de morte pelo Estado Islâmico. “As cidades de Qaraqosh, Tal Kaif, Bartela e Karamlesh foram esvaziados e estão agora sob o controle dos militantes”, disse o arcebispo Jospeh Thomas.

Além da população cristã, cerca de 200 mil pessoas pertencentes à comunidade religiosa yazidi, de maioria curda, também deixaram suas casas. Os refugiados fugiram para montanhas no norte do país e estão sem acesso à água, alimentos e outros produtos de necessidade básica.

A França pressionou a ONU por uma reunião de emergência do Conselho de Segurança para discutir a situação no país. O ministro das Relações Exteriores francês, Laurent Fabius, disse estar “profundamente preocupado com a apreensão de Qaraqosh” e pediu mobilização internacional contra a ameaça do Estado Islâmico no Iraque.

Fontes:
The New York Times-Obama Weighs Airstrikes or Aid to Help Trapped Iraqis, Officials Say

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *