Início » Internacional » EUA expulsam 15 diplomatas cubanos
APÓS 'ATAQUES ACÚSTICOS'

EUA expulsam 15 diplomatas cubanos

Funcionários da Embaixada de Cuba em Washington terão que deixar o país no prazo de uma semana

EUA expulsam 15 diplomatas cubanos
Chanceler cubano afirmou que medida tem 'caráter eminentemente político' (Fonte: Reprodução/Reuters)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O governo americano anunciou nesta terça-feira, 3, a expulsão de 15 diplomatas da Embaixada de Cuba em Washington, que terão que deixar o país no prazo de uma semana.

Leia também: EUA avaliam fechar embaixada em Cuba

A medida ocorre cerca de uma semana após o corte de 60% dos funcionários da equipe diplomática americana da Embaixada em Havana. A decisão foi tomada na sequência de misteriosos “ataques acústicos” que afetaram a saúde de funcionários americanos que trabalhavam em Cuba. A informação foi divulgada pelo Departamento de Estado dos EUA.

Funcionários dos EUA afirmam que o objetivo das medidas anunciadas pelo governo Trump é fazer com que os dois países tenham o mesmo número de diplomatas em Washington e Havana.

O governo americano confirmou que 21 dos seus funcionários em Cuba apresentaram problemas de audição, equilíbrio e na vista após os “ataques acústicos”. O governo cubano nega qualquer envolvimento no caso.

Os EUA decidiram ainda suspender por tempo indefinido a emissão de vistos a cubanos e passarão a desaconselhar viagens à ilha, uma vez que alguns dos efeitos físicos ainda inexplicados teriam ocorrido em hotéis cubanos.

Em relação à expulsão dos diplomatas, o chanceler cubano, Bruno Rodríguez, afirmou nesta terça que “o Ministério de Relações Exteriores do Cuba protesta energicamente e denuncia essa decisão infundada e inaceitável, bem como o pretexto utilizado para justificá-la, por afirmar que o governo de Cuba não adotou todas as medidas adequadas para prevenir os ataques”.

Ainda de acordo com o chanceler, a medida anunciada pelo Departamento de Estado dos EUA acaba tendo “caráter eminentemente político”.

A ministra de Relações Exteriores de Cuba, Josefina Vidal, afirmou que as medidas adotadas por Donald Trump vão afetar as relações entre os dois países.

Fontes:
O Globo - EUA: Trump ordena expulsão de 15 diplomatas da Embaixada de Cuba
Portal Exame - Cuba diz que decisão dos EUA de expulsar diplomatas é infundada

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *