Início » Internacional » EUA proíbem bandeiras arco-íris em embaixadas do país
MÊS DO ORGULHO GAY

EUA proíbem bandeiras arco-íris em embaixadas do país

Bandeiras seriam colocadas nos mastros de embaixadas em função do mês do Orgulho Gay

EUA proíbem bandeiras arco-íris em embaixadas do país
'S secretário considera que no mastro deve tremular apenas a bandeira americana', segundo porta-voz (Fonte: Reprodução/Marcelo Camargo/Agência Brasil)

O departamento de Estado dos EUA confirmou nesta segunda-feira, 10, que o chefe da diplomacia americana, Mike Pompeo, proibiu a exibição de bandeiras arco-íris nos mastros de embaixadas do país em função do mês do Orgulho Gay.

De acordo com a porta-voz do departamento de Estado Morgan Ortagus, “o secretário considera que no mastro (das embaixadas) deve tremular apenas a bandeira americana”.

A porta-voz ressaltou que os diplomatas poderão colocar a bandeira em qualquer outro local da embaixada em junho, mês do orgulho LGBTI.

O governo do então presidente Barack Obama permitiu que a bandeira arco-íris fosse colocada nas embaixadas dos EUA sem qualquer restrição. A Casa Branca também foi iluminada com as cores da bandeira quando, em 2015, a Suprema Corte dos EUA legalizou o casamento homossexual em todo o país.

Mike Pompeo já afirmou anteriormente que considera o casamento como a união entre um homem e uma mulher, destacando, no entanto, que respeita a orientação sexual de seus funcionários.

Defensores dos direitos dos homossexuais criticaram a ordem do chefe da diplomacia americana. O senador democrata Ed Markey afirmou que, “em um momento no qual as comunidades LGTBQ são perseguidas em todo o mundo, esta decisão do departamento de Estado é um ataque descarado contra os direitos LGTBI”.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *