Início » Internacional » EUA suspendem sobretaxas ao México
POLÍTICA

EUA suspendem sobretaxas ao México

Novas tarifas seriam aplicadas a partir da próxima segunda-feira, 10. Sobretaxas eram previstas para forçar o México a conter o fluxo migratório

EUA suspendem sobretaxas ao México
A suspensão foi anunciada por Trump e celebrada por López Obrador (Foto: Shealah Craighead/White House)

Os Estados Unidos suspenderam a imposição de novas tarifas ao México, previstas para serem iniciadas na próxima semana. As sobretaxas começariam em 5%, aumentando mensalmente até somarem 25%. A suspensão foi anunciada pelo presidente dos EUA, Donald Trump, através das redes sociais.

“Tenho o prazer de informar que os Estados Unidos da América chegaram a um acordo assinado com o México. As tarifas programadas para serem implementadas pelos EUA na segunda-feira [10], contra o México, estão suspensas indefinidamente. O México, por sua vez, concordou em tomar medidas fortes para deter a maré da migração na nossa fronteira ao sul. Isso está sendo feito para reduzir ou eliminar enormemente a imigração ilegal vinda do México para os Estados Unidos”, escreveu o chefe de Estado.

Em seguida, Trump revelou que os detalhes do acordo com o México, nas negociações que ocorreram ao longo da última semana, serão divulgados pelo Departamento de Estado dos EUA. No entanto, na manhã deste sábado, 8, o presidente americano voltou a usar as redes sociais para revelar parte do pacto.

“O México se esforçará muito e, se fizer isso, será um acordo muito bem-sucedido tanto para os Estados Unidos quanto para o México! O México concorda em começar imediatamente a comprar grandes quantidades de produtos agrícolas de nossos grandes agricultores! […] Todos muito animados com o novo acordo com o México”, destacou Trump.

Ademais, o México também deve aplicar um programa, ao longo de toda a fronteira, que envia migrantes que procuram asilo nos Estados Unidos de volta aos seus estados. Além disso, os mexicanos também concordaram em aumentar a fiscalização para conter o fluxo migratório.

Enquanto as negociações ocorriam, Trump sofria pressão interna para recuar na imposição de sobretaxas ao México. Na última semana, senadores republicanos se uniram para fazer oposição ao chefe de Estado, que pertence ao mesmo partido.

A ameaça de imposição de novas tarifas dos Estados Unidos ao México ocorreu devido ao fluxo migratório na fronteira entre os países. Para Trump, os mexicanos não fazem o suficiente para impedir que migrantes cheguem até a fronteira, sobrecarregando a localidade e os guardas da fronteira.

Pelas redes sociais, o presidente do México, Andrés Manuel López Obrador, celebrou o acordo com os Estados Unidos. “Graças ao apoio de todos os mexicanos, foi possível evitar a imposição de tarifas aos produtos mexicanos exportados para os Estados Unidos”, comemorou o chefe de Estado.

Apenas no último mês de maio, 132.887 migrantes foram detidos ao longo da fronteira. Essa foi a primeira vez que o número de prisões superou os 100 mil desde abril de 2007. Estima-se que 11.507 dos detidos eram crianças e adolescentes desacompanhados.

Fontes:
The New York Times-Trump Calls Off Plan to Impose Tariffs on Mexico
The Guardian-Trump calls off tariffs after US-Mexico deal but Mnuchin says threat remains

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *