Início » Internacional » Ex-presidente francês Nicolas Sarkozy é detido
PARA INTERROGATÓRIO

Ex-presidente francês Nicolas Sarkozy é detido

Sarkozy será interrogado sobre suspeitas de financiamento ilícito líbio de sua campanha de 2007

Ex-presidente francês Nicolas Sarkozy é detido
Detenção de Sarkozy pode durar 48 horas (Fonte: Reprodução/EPA)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O ex-presidente francês Nicolas Sarkozy foi detido nesta terça-feira, 20, para interrogatório por suspeitas nas contas de sua campanha eleitoral em 2007, quando derrotou a socialista Ségolène Royal.

O jornal Le Monde informou que a investigação se refere a suspeitas de financiamento ilícito por parte da Líbia, sob a liderança de Muammar Kadhafi, que foi destituído e morto em 2011.

A detenção de Sarkozy, que será interrogado pela Polícia Judiciária da França, pode durar 48 horas. Posteriormente, o ex-presidente francês pode ser apresentado a juízes para ser formalmente acusado.

Nicolas Sarkozy será ouvido pela primeira vez nesta investigação. O inquérito foi aberto em 2013. As acusações foram formuladas pelo empresário franco libanês Ziad Takieddine e por outros ex-funcionários líbios.

Em novembro de 2016, Takieddine afirmou, no âmbito desse inquérito, que transportou 5 milhões de euros em dinheiro de Tripoli a Paris entre o final de 2006 e o início de 2007 para ser entregue a Sarkozy, então ministro francês do Interior.

Em 2012, Abdallah Senoussi, cunhado de Muammar Kadhafi, havia confirmado a existência de um financiamento da Líbia à campanha de Sarkozy, que foi presidente entre 2007 e 2012 e nega todas as acusações.

O empresário Alexandr Djouhri, considerado um intermediário e peça-chave da investigação, está detido desde janeiro em Londres à espera de uma eventual extradição para a França.

Fontes:
Público - Nicolas Sarkozy detido

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *