Início » Internacional » Explosão em Cabul deixa mais de 60 mortos
AFEGANISTÃO

Explosão em Cabul deixa mais de 60 mortos

O Estado Islâmico reivindicou a autoria do atentado. Pelo menos 182 pessoas ficaram feridas na explosão que atingiu um salão de casamento

Explosão em Cabul deixa mais de 60 mortos
Em fotos divulgadas nas redes sociais, é possível ver a destruição do salão de casamento (Foto: Public Domain Pictures)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Pelo menos 63 pessoas morreram e 182 ficaram feridas depois que uma explosão atingiu um salão de casamento em Cabul, capital do Afeganistão, na noite do último sábado, 17. O Estado Islâmico assumiu a autoria do atentado.

Os números foram confirmados pelo porta-voz do Ministério do Interior, Nasrat Rahimi, mas ainda podem aumentar. Relatos iniciais apontam que um homem-bomba causou a explosão. Em fotos divulgadas nas redes sociais, é possível ver a destruição do salão de casamento. 

“Minha família, minha noiva está em choque, eles nem conseguem falar. Minha noiva continua desmaiando. […] Perdi meu irmão, perdi meus amigos, perdi meus parentes. Eu nunca mais verei felicidade em minha vida”, afirmou o noivo identificado como Mirwais, segundo noticiou o Guardian.

Uma declaração do Estado Islâmico afirma que, após a explosão do homem-bomba, que era paquistanês, um carro-bomba também foi detonado, aumentando a destruição. Testemunhas afirmam que viram o homem-bomba próximo a crianças e adultos antes da explosão.

O bairro Dubai City, localizado no oeste de Cabul, é majoritariamente habitado por xiitas. A localidade tem sido palco de diferentes atentados nos últimos anos, com os principais alvos sendo mesquitas e centros educacionais.

Cabul se prepara para o aniversário do Afeganistão, que repeliu uma invasão britânica, e conta com a segurança reforçada. Ademais, o atentado ocorre em um momento no qual os Estados Unidos se aproximam de um acordo com o Talibã, que é o principal grupo responsável por atentados no país, e negou o envolvimento com o ataque, o qual classificou como “injustificável”.

Pelas redes sociais, o presidente do Afeganistão, Ashraf Ghani, condenou o ataque, atribuindo culpa também ao Talibã, afirmando que o grupo “fornece uma plataforma para os terroristas”.

“Condeno veementemente o ataque desumano ao salão do casamento em Cabul na noite passada. A minha maior prioridade agora é chegar às famílias das vítimas deste ataque bárbaro. Em nome da nação, envio minhas sinceras condolências às famílias daqueles que foram martirizados. […] Em resposta a esse ataque direcionado, convoquei uma extraordinária reunião de segurança para revisar e evitar esses lapsos de segurança”, escreveu o chefe de Estado.

Fontes:
The New York Times-63 Killed as Explosion Turns Kabul Wedding Into Carnage
The Guardian-Islamic State claims responsibility for Kabul wedding hall blast

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

1 Opinião

  1. Almanakut Brasil disse:

    Isso é uma coisa que passa longe da pilantrONG socialista que gosta de chafurdar na América LatRina bolivariana.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *