Início » Internacional » Explosão em trem mata mais de 70 no Paquistão
DESASTRE

Explosão em trem mata mais de 70 no Paquistão

'A maioria das mortes foi causada por pessoas pulando do trem', afirmou ministro das Ferrovias

Explosão em trem mata mais de 70 no Paquistão
Botijão de gás explodiu após ser utilizado por passageiros no café da manhã (Fonte: Reprodução/Twitter)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Pelo menos 71 pessoas morreram e outras 44 ficaram feridas após a explosão de um botijão de gás em um trem no sul do Paquistão nesta quinta-feira, 31.

A ministra da Saúde da província local, Yasmin Rashid, informou que o botijão de gás explodiu após ser utilizado por passageiros no café da manhã, o que é proibido no país.

Em entrevista à rede de TV Geo, o ministro das Ferrovias, Sheikh Rashid Ahmed, afirmou que “dois fogões explodiram quando as pessoas estavam tomando café da manhã, [e] a presença de querosene com os passageiros no trem em movimento espalhou ainda mais o fogo”.

O jornal “New York Times” destacou que o fogo atingiu pelo menos três vagões lotados, sendo dois na classe econômica e um na classe executiva.

O trem fazia o percurso entre Karachi e Rawalpindi e estava transportando muitos peregrinos que iriam participar de um festival religioso perto da cidade de Lahore.

Os acidentes de trem não são raros no Paquistão. O acidente desta quinta é considerado o pior desastre no sistema ferroviário do país em quase 15 anos.

Ainda de acordo com o ministro das Ferrovias, muitos passageiros se salvaram ao conseguirem saltar do trem. Ao mesmo tempo, muitos morreram justamente por saltarem do trem em movimento. “A maioria das mortes foi causada por pessoas pulando do trem”, destacou Rashid Ahmed.

Fontes:
G1 - Botijão de gás explode em trem e mata dezenas de pessoas no Paquistão

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *