Início » Internacional » Expulsão de espanhóis em Salvador foi retaliação
Relações diplomáticas

Expulsão de espanhóis em Salvador foi retaliação

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Foi confirmado, na última sexta-feira, que a decisão de expulsar sete espanhóis que chegavam ao Aeroporto de Salvador se tratou de uma retaliação do governo do Brasil. O ato aconteceu em resposta à deportação de 30 brasileiros que ficaram retidos no Aeroporto de Barajas, em Madri.

A confirmação de que havia uma ligação entre o ocorrido na quinta-feira com os espanhóis no País e o tratamento dado aos brasileiros na Espanha foi dada por integrantes do governo, no Itamaraty e no Palácio do Planalto. O Ministério das Relações Exteriores alertou que se a nação européia não mudar a maneira como trata os viajantes brasileiros, o governo irá adotar regras rigorosas de Schengen — usadas pelas autoridades espanholas para expulsar os brasileiros — para aceitar a entrada no País. O governo afirma que usará o princípio da reciprocidade.

Fontes:
O Globo Online - 'Não é possível, depois de tantos anos de relação, que a gente tenha brasileiros sendo proibidos de entrar na Espanha', diz Lula

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

3 Opiniões

  1. Dorival Silva disse:

    Parece uma atitude infantil essa retaliação.

  2. EDVALDOTAVARES disse:

    EXPULSÃO DE BRASILEIROS NA ESPANHA É RETRATO DA REALIDADE BRASILEIRA. A demagogia perpetrada pelos integrantes do governo estacionado no planalto central é avaliada pelo gradativo fechamento das portas de entrada aos brasileiros nos países da União Européia e Japão. O êxodo de brasileiros, sem qualificação profissional e baixos níveis de escolaridade, que cruzam o oceano em busca de um melhor mercado de trabalho e condições de vida, atesta a falência geral que o país se encontra. Sem melhores opções, as mulheres passam a exercer a prostituição e os homens, alguns se transformam em garotos de programa, traficantes, bandidos, ladrões e assaltantes, nos países da Europa e oriente. Além das situações domésticas, há uma tendência européia e americana em denegrir o Brasil. O nosso país, com o seu gigantismo territorial tropical, favorecido geologicamente, em relação à florestas, biodiversidade, riquezas minerais das mais diversificadas, é uma permanente ameaça aos poderes hegemônicos reinantes. Este recente acontecimento, expulsão de brasileiros, aparentemente isolado, tem que ser analisado como parte de uma conspiração mais ampla contra o Brasil. Por diversas vezes já mencionei que estamos sendo atacados por um tipo de guerra denominada assimétrica, de quarta geração. Mais uma vez, vamos juntar os fatos aparentemente isolados. O Brasil vem sofrendo pressões dos países poderosos para a internacionalização da Amazônia. Outro fato, com participação de traidores brasileiros, foi a aprovação da "Declaração Universal dos Direitos dos Povos Indígenas, 13 de setembro de 2007. Mais um que pode ser mencionado, é a exigência americana, em 1990, do Bush pai, para a demarcação das área dos índios Ianomâmis, Roraima. Merece ser citada a ordem americana para tapar o buraco na Serra do Cachimbo, governo Collor, que era destinado às experiências nucleares subterrâneas. Mais um, é a queixa européia sobre as queimadas, desflorestamento, avanço agro-pecuário e avicultura sobre as áreas florestadas da Amazônia. Podem ser mencionados os constantes embargos da carne bovina e aviária pelos europeus. Muitos e muitos outros acontecimentos podem ser acrescentados e analisados em conjunto com os mencionados e concluídos – todos compõem com as ONGs nacionais, religiosas ou não, compradas com muito dinheiro vindo de fora, e internacionais, pseudo-religiosas, que agem livremente -, que o Brasil está em guerra assimétrica cujos objetivos são: desmembramento de gigantescas fatias do território brasileiro como ocorreu com o Pirara, 19.630Km2 (quase do tamanho do Estado de Sergipe, 22.050Km2), em questão duvidosa com a Inglaterra, cujo o laudo do rei da Itália foi desfavorável ao nosso país e hoje faz parte do país Guiana – o Pirará era uma gigantesca área do Estado de Roraima. Para os iludidos brasileiros, registro que esta manifestação não é xenofobia. Xenofobia é o que os USA e Inglaterra costumam fazer com os brasileiros e a Espanha é a protagonista da hora. BRASIL ACIMA DE TUDO. SELVA! EDVALDOTAVARES. MÉDICO. BRASÍLIA/DF.

  3. JOSUE disse:

    infantil? queria ver voce num aeroporto sendo tratado como criminoso, sem direito sequer a um telefonema ou um copo com água,ai duvido que voce tivesse essa opinião, como não foi voce, e nehum amigo ou parente seu , é assim né ahh problema deles, temos de nos fazer respeitar sim e não nos comportr-mos como serviçais.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *