Início » Internacional » FAO quer erradicar a fome no mundo até 2030
CAMPANHA #FOMEZERO

FAO quer erradicar a fome no mundo até 2030

Entidade da ONU está lançando a campanha ‘Um mundo #FomeZero para 2030 é possível’, focada em segurança alimentar e nutritiva

FAO quer erradicar a fome no mundo até 2030
Atualmente, mais de 820 milhões de pessoas passam fome no mundo (Foto: Divulgação/FAO)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

O Dia Mundial da Alimentação é celebrado no próximo 16 de outubro. Por isso, a Organização das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) se prepara para lançar a campanha “Um mundo #FomeZero para 2030 é possível”.

A iniciativa tem como base um recente relatório da FAO, divulgado no último mês de setembro. No estudo  Estado de Segurança Alimentar e Nutrição do Mundo 2018 pôde-se notar que o número de pessoas com fome cresceu no mundo, atingindo mais de 820 milhões de pessoas. Por isso, a entidade se posicionou de forma urgente para reduzir o problema da fome no mundo.

Desta segunda-feira, 1, até a próxima sexta-feira, 5, acontece o encontro bienal do Comitê de Agricultura (COAG), que tem como principais objetivos rever os principais problemas agrícolas e nutricionais, aconselhar a FAO sobre as atividades relacionadas à agricultura, pecuária, alimentação, nutrição e gestão de recursos naturais, além de rever assuntos específicos relacionados ao tema.

“Hoje, é fundamental produzir alimentos de forma a preservar o meio ambiente e a biodiversidade. […] Temos de implementar práticas sustentáveis ​​que forneçam alimentos saudáveis ​​e nutritivos, serviços ecossistêmicos e resiliência às mudanças climáticas”, apontou o diretor-geral da FAO, José Graziano da Silva.

Um dos principais passos para conseguir erradicar a fome e cumprir a agenda de 2030 é transformar a economia rural, visto que 70% dos pobres do mundo vivem em áreas rurais, dependendo da agricultura ou pesca para sobreviver. Segundo a FAO, a agricultura vai precisar produzir 50% mais alimentos para alimentar a população.

“As mudanças são necessárias para garantir que nossa ambição de nutrir as pessoas enquanto alimenta o planeta se torne uma realidade. […] Se não conseguirmos criar oportunidades para as populações rurais pobres prosperarem, especialmente mulheres e jovens, também deixaremos de construir um mundo mais seguro e mais pacífico”, destacou Graziano da Silva.

Os eventos para o próximo dia 16 de outubro acontecem em mais de 150 países com o objetivo de conscientizar sobre a necessidade de garantir a segurança alimentar e nutritiva para todos. Até 2030, além de acabar com a fome, a campanha da FAO também quer avançar nos campos de segurança alimentar e nutritiva, além de promover uma agricultura sustentável.

Para promover a campanha da Fome Zero, a FAO convida crianças e adolescentes, entre 5 e 19 anos, a criarem um cartaz sobre a iniciativa mundial. Os desenhos podem ser fotografados ou escaneados e devem ser cadastrados na página do concurso. As inscrições vão até dia 9 de novembro, com três vencedores em cada faixa etária. Os trabalhos serão expostos em Roma, na Itália, na sede da FAO.

 

Leia mais: ONU chama a atenção para o crescimento da fome no mundo

Fontes:
Agência Brasil-FAO lança campanha Fome Zero para erradicar a fome até 2030

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *