Início » Internacional » Foco nas aparências faz Narendra Modi perder prestígio
ÍNDIA

Foco nas aparências faz Narendra Modi perder prestígio

Desgaste de Modi é fruto de sua preocupação com as aparências e do apelo ao eleitorado, em vez de uma maior consistência política

Foco nas aparências faz Narendra Modi perder prestígio
O primeiro-ministro indiano precisa mostrar que sabe administrar (Foto: Flickr)

A mudança no clima político é visível. No início deste ano, o primeiro-ministro Narendra Modi tinha um ar de invencibilidade. Seu governo estava no auge da popularidade. Em março, o Partido do Povo Indiano (BJP) ganhou a mais difícil vitória eleitoral desde a década de 1970 no estado mais populoso do país, Uttar Pradesh. Em julho, Modi anunciou a criação de um imposto nacional sobre bens e serviços (GST), uma reforma tributária importante que frustrara as expectativas de seus predecessores.Ainda em julho, convenceu um membro do principal partido da oposição, o Congresso Nacional Indiano, a se aliar ao BJP, garantindo, assim, o controle de outro governo estadual.

É provável que o BJP ganhe as eleições em 2019, mas o primeiro-ministro Modi está perdendo prestígio. Todos os governos têm suas crises. No entanto, o desgaste de Modi é resultado em grande parte de sua preocupação com as aparências e do apelo ao eleitorado, em vez de uma maior consistência política.

O crescimento econômico diminuiu de 9,1% no primeiro trimestre do ano passado para 5,7% no segundo trimestre deste ano, em parte devido à sua política de desmonetização, na qual 86% das notas bancárias foram retiradas abruptamente de circulação. A medida, justificou o primeiro-ministro, representou um duro golpe para os gângsteres e os sonegadores de impostos, mas, na verdade, causou grandes problemas para a economia.

A implementação caótica do GST agravará ainda mais a situação. O governo convocou uma sessão à meia-noite no Parlamento a fim de anunciar sua adoção, uma convocação até então restrita à comemoração da independência da Índia. Segundo o primeiro-ministro, o GST, que substitui diversos impostos sobre consumo federais, estaduais e interestaduais, era um “imposto simples”. Porém, não ouviu as sugestões de seus conselheiros de como simplificá-lo. As pequenas empresas tiveram dificuldade em preencher a documentação e a elaboração de seu conteúdo permitiu a interferência dos políticos em suas regras.

O governo não tolera críticas. A mídia teme ofendê-lo. Os jornalistas que ousam criticar o governo com frequência são demitidos. Há pouco tempo, a imprensa fez perguntas capciosas a respeito da situação financeira de uma empresa do filho de Amit Shah, um dos líderes do BJP. As perguntas foram recebidas com repreensões de ministros e uma ação judicial. Até mesmo os comediantes que imitam o primeiro-ministro desapareceram misteriosamente. A cultura de adulação significa que as propostas do governo poucas vezes são examinadas com atenção e minúcia, ou são tema de discussões que poderiam melhorá-las.

O objetivo principal do partido é ampliar sua autoridade. O BJP e seus aliados controlam 18 dos 29 estados da Índia. Mas as políticas ineptas e inconsistentes do governo estão prejudicando sua influência. Caso queira manter sua liderança, o primeiro-ministro Narendra Modi precisa mostrar que sabe administrar o país e não só fazer discursos para impressionar os eleitores.

Fontes:
The Economist - India’s prime minister focuses too much on appearances

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *