Início » Internacional » Força Aérea da Nigéria bombardeia campo de refugiados por engano
MAIS DE 50 MORTOS

Força Aérea da Nigéria bombardeia campo de refugiados por engano

Ataque deixou pelo menos 52 mortos e mais de 100 pessoas feridas

Força Aérea da Nigéria bombardeia campo de refugiados por engano
Destruição após bombardeio da Força Aérea da Nigéria (Fonte: Reprodução/Divulgação/Médicos Sem Fronteiras)

Pelo menos 52 pessoas morreram e mais de 100 ficaram feridas nesta terça-feira, 17, após um avião de combate da Força Aérea da Nigéria bombardear por engano um acampamento de refugiados na cidade de Rann, no nordeste do país, perto da fronteira com Camarões.

Entre os mortos e feridos estão refugiados, representantes de organizações humanitárias e nigerianos que trabalhavam para a organização Médicos Sem Fronteiras (MSF) e para o Comitê Internacional da Cruz Vermelha, segundo o comandante militar Lucky Irabor.

O bombardeio ocorreu durante uma missão da Força Aérea da Nigéria contra o Boko Haram. Lucky Irabor informou que a missão foi ordenada com base em coordenadas geográficas para combater o grupo terrorista.

A MSF condenou a ação. O diretor de operações da organização, Jean-Clément Cabrol, disse que “um ataque dessas proporções a uma população vulnerável que já vinha fugindo da violência extrema é chocante e totalmente inaceitável […] A segurança dos civis deve ser respeitada. Fazemos um apelo urgente a todas as partes do conflito para que garantam a facilitação de transferências médicas por via aérea ou terrestre para os sobreviventes e para os que precisam de cuidados emergenciais”.

Ainda de acordo com a MSF, equipes médicas da organização estão oferecendo primeiros socorros a 120 pessoas feridas em sua instalação de saúde em Rann.

Fontes:
EBC - Ataque por engano a campo de refugiados deixa 100 mortos na Nigéria

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *