Início » Internacional » França identifica segundo terrorista francês do ISIS
estado islâmico

França identifica segundo terrorista francês do ISIS

O francês Michael dos Santos foi identificado por agentes de inteligência franceses que analisaram o vídeo de execução do refém americano Peter Kassig

França identifica segundo terrorista francês do ISIS
Michael, do subúrbio de Paris, é um das centenas de europeus alistados pelo ISIS (Foto: Reprodução vídeo)

Segundo o presidente da França, François Hollande, um segundo membro do ISIS foi identificado pelo vídeo da decapitação de Peter Kassig. Assim como o primeiro, é francês.

Leia mais: UE se compromete a combater o ISIS após execução de outro refém americano

O chefe de Estado disse ainda que é preciso identificar o papel dos dois compatriotas na execução de Kassig. “Tudo o que podemos dizer por agora é que dois franceses foram identificados”, afirmou Hollande.

Na última segunda-feira, 17, os agentes de inteligência franceses identificaram o primeiro terrorista como Maxime Hauchard, de 22 anos. A representante do gabinete do procurador de Paris, Agnes Thibault-Lecuivre, afirmou que há fortes indícios de que o segundo executor foi Michael dos Santos, também de 22 anos, e originário do subúrbio de Paris.

O vídeo da execução de Kassig tem 15 minutos e foi divulgado pelo ISIS no último final de semana. Nele os terroristas mostram a execução de 14 pessoas que, segundo eles, são pilotos e oficiais leais ao chefe de Estado sírio Bashar al-Assad além da decapitação do refém norte-americano.

Com o objetivo de mostrar um caráter internacional, o grupo jihadista tem recrutado cada vez mais extremistas europeus. A França é uma das principais fontes, graças ao seu grande número de muçulmanos. Segundo o governo do país, aproximadamente 1.100 pessoas estão sob vigilância governamental.

Pesquisas indicam que em torno de 2 mil europeus estão entre o 15 mil jihadistas que lutam no Iraque e na Síria. A maior parte deles vinculado ao ISIS. Há o temor de que esses terroristas usem os passaportes de seu país natal para voltar ao continente e praticar atentados. O ISIS fundou um califado na região de conflito com Iraque e Síria, onde governa sob sua interpretação das leis sharia.

Fontes:
O Globo-Segundo francês é identificado em vídeo de decapitação do Estado Islâmico

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *