Início » Internacional » França lança vídeo para impedir que jovens se juntem ao Estado Islâmico
Jihadistas ocidentais

França lança vídeo para impedir que jovens se juntem ao Estado Islâmico

Vídeo exibe cenas de execuções, crianças feridas e crucificações. Ideia da campanha é mostrar que a glória prometida pelos radicais é uma farsa

França lança vídeo para impedir que jovens se juntem ao Estado Islâmico
Vídeo já foi visualizado por mais de 350 mil pessoas (Reprodução/Dailymotion)

Para conter a onda de jovens que saem da França para se juntar ao Estado Islâmico (ISIS) na Síria e no Iraque, o governo francês lançou na última quarta-feira, 28, um vídeo chamado “Stop Djihadisme” (Pare o Jihadismo, em francês).

Com dois minutos de duração, o vídeo exibe cenas de execuções, crianças feridas e crucificações. A ideia da campanha é conscientizar os jovens, mostrando que a glória prometida a eles pelos jihadistas é uma farsa. O conteúdo foi postado no site do Ministério do Interior francês.

“Eles dizem ‘Sacrifiquem-se ao nosso lado e você estará lutando por uma causa justa’. Na verdade, você irá para o inferno na Terra e morrerá sozinho, longe de sua casa”, diz o vídeo.

Outro trecho é direcionado às mulheres. “Eles dizem ‘Venham formar uma família com um de nossos heróis’. Na verdade, você criará seu filho em meio a guerra e ao terror”. A campanha já foi visualizada por mais de 350 mil pessoas no Dailymotion, uma rede de compartilhamento de vídeos.

No início deste mês, o ministro do Interior francês, Bernard Cazeneuve, alertou que mais de 70 cidadãos franceses já morreram na Síria e no Iraque lutando ao lado do ISIS. “Se nós os deixarmos partir, eles vão se envolver. Quando voltarem, se não tiverem sido destruídos fisicamente no local, estarão psicologicamente destruídos, mais perigosos do que antes de partirem”, disse Cazeneuve.

Confira abaixo o vídeo:


#Stopdjihadisme : Ils te disent… por gouvernementFR

Fontes:
The New York Times-French Government Hopes Graphic Video Will Stop Youths From Turning to Jihad
G1-Mais de 70 jihadistas franceses morreram na Síria e no Iraque

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *