Início » Internacional » França volta a bombardear reduto do Estado Islâmico na Síria
REAÇÃO A ATAQUES

França volta a bombardear reduto do Estado Islâmico na Síria

De acordo com o Ministério da Defesa da França, o novo ataque aéreo destruiu um centro de comando e outro de treinamento do grupo jihadista

França volta a bombardear reduto do Estado Islâmico na Síria
Ofensiva foi integrada por dez caças que partiram dos Emirados Árabes Unidos e da Jordânia (Fonte: Reprodução/GloboNews)

A França voltou a bombardear nesta terça-feira, 17, a cidade síria de Raqqa, considerada a capital do Estado Islâmico.

Leia também: França bombardeia reduto do Estado Islâmico na Síria
Leia também: Terrorista e carro são identificados em Paris

De acordo com o Ministério da Defesa da França, o novo ataque aéreo destruiu um centro de comando e outro de treinamento do grupo jihadista.

Os ataques contra o Estado Islâmico foram intensificados após os atentados terroristas que mataram 129 pessoas e deixaram mais de 350 feridas na última sexta-feira, 13, em Paris. A autoria da série de atentados foi reivindicada pelo grupo terrorista Estado Islâmico.

Em comunicado, o ministério francês informou que a ofensiva foi integrada por dez caças que partiram dos Emirados Árabes Unidos e da Jordânia. Ao todo foram lançadas 16 bombas.

“O ataque, que aconteceu em coordenação com as forças americanas, teve como alvos locais identificados durante missões de reconhecimento realizadas anteriormente pela França”, ressaltou o ministério.

O presidente da França, François Hollande, disse nesta segunda que apresentará ainda nesta semana uma proposta para ampliar por três meses o estado de emergência que está em vigor no país desde os ataques terroristas em Paris.

“A França está em guerra. Mas não estamos em uma guerra entre civilizações, porque esses assassinos [responsáveis pelos ataques em Paris] não representam nenhuma. Estamos em guerra contra o terrorismo jihadista, que ameaça o mundo inteiro”, ressaltou o presidente francês.

Fontes:
G1 - França faz novo ataque aéreo sobre reduto do Estado Islâmico na Síria

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *