Início » Internacional » Francisco prepara carta papal sobre as mudanças climáticas
Meio Ambiente

Francisco prepara carta papal sobre as mudanças climáticas

Papa está preparando uma carta encíclica que pode ter uma grande influência na resolução dos problemas ambientais a serem discutidos em dezembro, na Conferência de Mudança Climática de Paris

Francisco prepara carta papal sobre as mudanças climáticas
O Papa está organizando uma reunião com especialistas e debates para finalizar a carta para os fiéis (Foto: Reprodução/Internet)

O Papa Francisco poderia se tornar o mais famoso ativista contra o aquecimento global? Essa é certamente a maior esperança de dezenas de pessoas que estão envolvidas na luta contra a destruição da natureza.

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, teve um encontro com o pontífice nesta terça-feira, 28, e expressou sua preocupação em relação à Conferência de Mudança Climática de Paris, que será realizada em dezembro deste ano. Muitas pessoas acreditam que o encontro será a última chance de chegar a um acordo sobre a redução nas emissões de carbono e impedir o aumento da temperatura.

Francisco está preparando uma encíclica que pode ter uma grande influência na resolução dos problemas ambientais e também de direitos humanos. A encíclica é uma carta papal dirigida aos bispos e aos fiéis de todo o mundo. Reuniões com a cúpula da Igreja Católica e a Pontifícia Academia de Ciências estão sendo realizadas para finalizar o documento. O texto deve citar também a questão da migração forçada e do tráfico de pessoas.

Um encontro será realizado no Vaticano para discutir as relações entre a pobreza e o desenvolvimento econômico e as mudanças climáticas. Haverá palestras e debates de cientistas, líderes católicos e economistas. Ban Ki-moon será o responsável pelo discurso de abertura da conferência.

Americanos criticam política climática

A posição da Igreja Católica tem irritado os americanos mais conservadores, entre eles os membros do Instituto Heartland, grupo defensor do liberalismo. O instituto é financiado pela Fundação Charles G. Koch, gerido pela família Koch, figuras proeminentes do setor de indústria dos EUA. O instituto se opõe às propostas da política climática.

“O pontífice está sendo enganado por ‘especialistas’ da ONU que já se provaram indignos de sua confiança. Ainda que o Papa Francisco tenha uma boa intenção, ele faria um desserviço aos seus fiéis americanos e de todo planeta ao colocar a sua autoridade moral por trás da agenda da ONU, que não tem comprovação científica”, criticou o presidente do Instituto Heartland, Joseph Bast.

O instituto irá realizar uma conferência em Roma como forma de protesto. Cerca de 30% do Congresso Americano é composto por católicos e a opinião do Papa pode ter influência na aprovação do projeto.

Fontes:
Economist-A green wearing white?
New York Times-Pope Francis Steps Up Campaign on Climate Change, to Conservatives’ Alarm

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *