Início » Vida » Comportamento » Governo mexicano proíbe fórmulas lácteas em hospitais
campanha de amamentação

Governo mexicano proíbe fórmulas lácteas em hospitais

Nova regra procura aumentar o índice de amamentação no país

Governo mexicano proíbe fórmulas lácteas em hospitais
Apenas uma entre sete mulheres mexicanas amamentam os filhos até os seis meses (Foto: Flickr)

Em um esforço para incentivar o aleitamento materno, o governo do México proibiu as fórmulas lácteas nos hospitais do país.

De acordo com o governo, o produto poderá ser comprado em lojas, mediante a apresentação de receita médica. O objetivo é aumentar os índices de amamentação no México. As taxas são as menores na América Latina: apenas uma entre sete mulheres amamentam os filhos até os seis meses após o nascimento.

As autoridades argumentaram ainda que o baixo índice é um problema, já que trata-se de um país onde milhões de pessoas vivem na pobreza e a água utilizada para o consumo é, em sua maioria, suja ou contaminada.

A recomendação da Organização Mundial de Saúde (OMS) é de que as crianças sejam amamentadas exclusivamente com o leite materno até os seis meses de idade. Após esse período, a recomendação é de que a mãe complemente a alimentação com outros alimentos, mas continue o aleitamento materno.

Fontes:
O Globo - México proíbe fórmulas lácteas em hospitais

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *