Início » Internacional » Grã-Bretanha prende 660 suspeitos de pedofilia na internet
combate à pedofilia

Grã-Bretanha prende 660 suspeitos de pedofilia na internet

Entre os suspeitos de acessar sites de pornografia infantil estão médicos, professores, líderes de grupos de escoteiros e ex-policiais

Grã-Bretanha prende 660 suspeitos de pedofilia na internet
A megaoperação contou com 45 policiais em todo o Reino Unido (Reprodução/Maze Mixo/Agência O Globo)

Um relatório da Agência Nacional de Crimes da Grã-Bretanha (NCA) divulgado nesta quarta-feira, 16, revelou que policiais prenderam 660 suspeitos de pedofilia na Grã-Bretanha, após uma operação secreta de seis meses para localizar pessoas que acessavam sites de pornografia infantil.

Entre os suspeitos estão médicos, professores, líderes de grupos de escoteiros e ex-policiais. Das 660 pessoas presas, 39 eram criminosos sexuais registrados (já tinham uma condenação por algum crime sexual). Porém, a maioria ficha limpa.

A NCA (órgão similar ao FBI americano) iniciou as investigações em outubro do ano passado, visando melhorar a ação da polícia nas questões que envolvem abuso sexual infantil e crime organizado. A operação mobilizou 45 policiais em todo a Grã-Bretanha. Segundo a NCA, cerca de 400 crianças foram salvas graças à operação.

“A grande maioria das forças da Inglaterra e do País de Gales está lidando com um aumento sem precedentes no número de denúncias de abuso sexual de crianças”, informou o chefe de polícia Simon Bailey, que coordenou as investigações.

Fontes:
O Globo-Reino Unido prende 660 suspeitos de pedofilia após operação que durou seis meses

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *