Início » Internacional » Harvey Weinstein se entrega à polícia em Nova York
VIOLÊNCIA SEXUAL

Harvey Weinstein se entrega à polícia em Nova York

Wenstein vai responder por duas acusações formais que são apenas a ponta do iceberg, já que mais de 100 mulheres o acusaram de assédio e violência sexual

Harvey Weinstein se entrega à polícia em Nova York
Wenstein nega ter tido relações sexuais não consensuais (Foto: Flickr/Thomas Hawk)

Envolvido em uma série de denúncias de assédio e violência sexual, o produtor de Hollywood Harvey Weinstein se entregou à policia em Nova York nesta sexta-feira, 25. Weinstein é acusado formalmente por dois casos.

No primeiro, ele é acusado de forçar Lucia Evan, uma ex-aspirante à atriz, a fazer sexo oral nele durante um encontro de negócios em 2004. Já na segunda acusação, a suspeita é que ele estuprou uma mulher, que não teve a identidade revelada publicamente. As acusações formais, no entanto, são apenas a ponta do iceberg, já que mais de 100 mulheres o acusaram de assédio e violência sexual.

Acusações de estupro, apalpamento e sexo oral forçado, que datam da década de 1970, estão aparecendo contra o produtor. Entre as atrizes famosas que acusam Weinstein estão Gwyneth Paltrow, Angelina Jolie e Uma Thurman, como relatou o jornal El País.

Tudo veio à tona, quando o jornal New York Times e a revista New Yorker relataram acusações contra Weinstein de diversas mulheres, em outubro do ano passado. As reportagens desencadearam o movimento #MeToo e a iniciativa Time’s Up. No movimento, centenas de mulheres acusaram publicamente homens poderosos nos ramos dos negócios, da política e do entretenimento de assédio e violência sexual. A iniciativa, por sua vez, obrigou as empresas a reverem suas regras de conduta no trabalho.

O procurador distrital de Manhattan, agora, investiga alegações de que Weinstein teria estuprado a atriz Paz de La Huerta em 2010, como divulgou o jornal inglês Guardian.

Wenstein nega ter tido relações sexuais não consensuais. Ele, que já foi uma das figuras mais poderosas de Hollywood, agora enfrenta uma série de consequências. Primeiro, ele deixou seu cargo no conselho da empresa Weinstein. Depois, o grupo editorial francês Hachette Book fechou a Weinstein Books, uma parceria entre a editora e a empresa Weinstein. Além disso, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas retirou Weinstein de sua cadeira, lembrando que o estúdio do produtor já recebeu cinco prêmios Oscar de melhor filme. Em março, a empresa Weinstein abriu processo de falência. E agora, o produtor vai enfrentar à Justiça americana.

 

Leia também: Bill Cosby é condenado por assédio sexual

Fontes:
DW-Harvey Weinstein se entrega à polícia de Nova York
The New York Times-The Major Moments of Harvey Weinstein’s Undoing

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *