Início » Internacional » Herdeiro da Samsung é preso suspeito de corrupção
COREIA DO SUL

Herdeiro da Samsung é preso suspeito de corrupção

Lee Jae-Yong é acusado de ter participado em um escândalo de corrupção que levou ao afastamento da presidente da Coreia do Sul

Herdeiro da Samsung é preso suspeito de corrupção
Lee Jae-Yong é chefe e herdeiro do grupo Samsung (Fonte: Reprodução/Reuters)

Lee Jae-Yong, de 48 anos, chefe e herdeiro do grupo Samsung, foi preso nesta sexta-feira, 17, por sua suposta participação em um escândalo de corrupção que levou ao afastamento da presidente da Coreia do Sul, Park Geyn-hye. A informação foi divulgada por um tribunal sul-coreano.

As investigações foram concentradas na relação do grupo Samsung com a presidente afastada Park Geyn-hye. Lee Jae-Yong foi levado para o Centro de Detenção de Seul.

De acordo com a promotoria, a Samsung pagou subornos no valor de 43 bilhões de wons (cerca de US$ 37,74 milhões) para organizações ligadas a uma amiga próxima de Park, Choi Soon-sil, a fim de garantir o apoio do governo sul-coreano para a fusão de duas unidades do grupo.

O Tribunal do Distrito Central de Seul havia rejeitado, em janeiro, um pedido dos promotores para prender Lee Jae-Yong, mas, na última terça-feira, 14, o Ministério Público Especial pediu mais uma vez a prisão do herdeiro da Samsung por suborno e outras acusações.

Em sua decisão, o juiz do caso afirmou: “reconhecemos a causa e a necessidade da prisão”. Ainda de acordo com o juiz, foram adicionadas provas adicionais e novas acusações contra Lee Jae-Yong, que é líder da terceira geração do grupo Samsung.

Fontes:
G1 - Chefe do grupo Samsung é preso em investigação de corrupção na Coreia do Sul

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *