Início » Internacional » Hillary Clinton adota uma estratégia de campanha mais sóbria
Campanha Presidencial

Hillary Clinton adota uma estratégia de campanha mais sóbria

A principal candidata democrata, em vez de ir a Iowa de avião para iniciar sua campanha, viajou de Nova York para Iowa de van

Na vida pública norte-americana a tarefa de encontrar jatos particulares para emprestar a políticos importantes cria uma ansiedade estranha. A tarefa é mais fácil quando uma grande corporação cede o avião. Algumas pessoas muito ricas gostam de voar na companhia de amigos políticos, o que é ainda mais prático. Mas às vezes, quando todas as tentativas fracassam, os voos dependem da boa vontade de donos de jatos desagradáveis. Isso não tem muita importância se um líder político já não exerce o mandato e atingiu o circuito global do mundo lucrativo das palestras pagas, obras beneficentes e trabalhos de consultoria discretos. Porém dificulta a vida de um político em campanha.

O problema do jato particular é um desafio que Hillary Clinton tem de enfrentar. O marido Bill atravessou há muito tempo o que se chama a “porta do dinheiro”, beneficiando-se da celebridade, eloquência e conexões para enriquecer. É justo; Bill Clinton é um cidadão dos Estados Unidos e um orador brilhante. Ao contrário dos ingleses, que tratam Tony Blair como um pária, os americanos não acham ofensivo que um ex-chefe de Estado enriqueça. Os aliados de Clinton dizem que a riqueza pessoal tem pouco interesse para ele. Se tiver muito dinheiro, talvez compre um relógio caro e só, acrescentam os admiradores.

A relação de Hillary com dinheiro é mais complicada. A sra. Clinton tem uma grande preocupação, eufemisticamente falando, com a segurança financeira de sua família. Ela também já deu várias palestras caras. No entanto, ao contrário de Bill, agora está tentando fazer algo mais difícil: reverter a passagem pela porta do dinheiro, sair do circuito global das celebridades e reinventar-se como um tribuno do povo. Em vez de ir a Iowa de avião para iniciar sua campanha, viajou de Nova York para Iowa de van. Mesmo seus amigos acharam que era uma demonstração de solidariedade não convincente com a classe de trabalhadores pobres. Barack Obama brincou que o cenário econômico havia ficado tão ruim para algumas pessoas que: “Uma amiga, que há poucas semanas ganhava milhões de dólares por ano, agora está morando em uma van em Iowa.”

Fontes:
Economist-Hillary’s money woes

1 Opinião

  1. Hugo Leonardo Filho disse:

    Depois do afro-americano high society com nome de talibã, uma loira pop na presidência. Os americanos não brincam com o marketing.

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *