Início » Internacional » Hillary Clinton declara vitória nas prévias do Partido Democrata
ELEIÇÕES NOS EUA

Hillary Clinton declara vitória nas prévias do Partido Democrata

Ex-secretária de Estado dos EUA comemorou a vitória nas prévias em um comício do distrito do Brooklyn

Hillary Clinton declara vitória nas prévias do Partido Democrata
No início da madrugada desta quarta-feira, 8, Hillary já contava com 2.446 delegados, segundo a AP (Fonte: Reprodução/Wikipedia)

Prezados leitores, o Opinião e Notícia encerrará suas atividades em 31/12/2019.
Agradecemos a todos pela audiência durante os quinze anos de atuação do site.

Após a notícia de que ganharia a primária de Nova Jersey, conquistando desta forma o número de delegados que precisa para obter a nomeação democrata, Hillary Clinton declarou nesta terça-feira, 7, vitória nas prévias do partido.

Leia também: Hillary já tem delegados suficientes para nomeação democrata, diz agência

Em um comício no distrito do Brooklyn, a ex-secretária de Estado dos EUA afirmou que, “graças a vocês, alcançamos um marco — a primeira vez na história de nossa nação que uma mulher será nomeada por um dos maiores partidos políticos para concorrer a presidente dos EUA”.

O pré-candidato democrata precisa conquistar pelo menos 2.383 delegados para obter a nomeação do partido. No início da madrugada desta quarta-feira, 8, Hillary já contava com 2.446, segundo a Associated Press.

Hillary disse também que “a vitória desta noite não é apenas de uma pessoa, ela pertence a uma geração de mulheres e homens que lutaram e se sacrificaram para que este momento fosse possível […] Quero felicitar o senador Sanders por sua extraordinária campanha. Seu vigoroso debate a favor do aumento dos salários, da redução das desigualdades e por mais possibilidades de ascensão fizeram muito bem ao Partido Democrata e aos EUA. Acredito que somos mais fortes juntos, e as apostas nesta eleição são altas”.

Em seu discurso, Hillary afirmou também que o republicano “Donald Trump não tem temperamento para ser presidente e comandante” dos EUA.

O democrata Bernie Sanders já afirmou, por sua vez, que não pretende jogar a toalha antes da Convenção Nacional do partido, em julho, na Filadélfia.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não refletem a opinião deste site

Sua Opinião

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados *